Johann Karl August Musäus

escritor alemão

Johann Karl August Musäus (Jena, 29 de março de 1735Weimar, 28 de outubro de 1787) foi um escritor alemão de contos de fadas, lembrado por suas versões graciosas e delicadamente irônicas dos contos populares,[1] tio do dramaturgo August von Kotzebue. Foi um dos primeiros colecionadores de histórias folclóricas alemãs, mais comemorado por seu Volksmärchen der Deutschen, uma coleção de contos de fadas alemães recontados como sátiras.

Johann Karl August Musäus
Nascimento 29 de março de 1735
Jena
Morte 28 de outubro de 1787 (52 anos)
Weimar
Cidadania Alemanha
Cônjuge Juliane Musäus
Filho(s) Carl Musäus
Alma mater
Ocupação escritor, crítico literário, poeta, escritor de literatura infantil, colecionador de contos de fadas

TrabalhosEditar

  • Grandison der Zweite, oder Geschichte des Herrn von N***. 1760–1762, romance epistolar de três volumes parodiando o romance sentimental History of Sir Charles Grandison por Samuel Richardson (publicado anonimamente no início). online
  • Das Gärtnermädchen von Vincennes. 1771, Libretto, libreto que traduzido em ópera pelos compositores Franz Andreas Holly e Ernst Wilhelm Wolf (1774)
  • Physiognomische Reisen. 1778/1779, romance satírico dirigido contra Johann Kaspar Lavater e seus ensinamentos fisionômicos, superstição e obscurantismo. Vol.1 online, Vol.2, Vol.3, Vol.4
  • Der deutsche Grandison, auch eine Familiengeschichte. 1781/1782, Zweibändige Umarbeitung seines 1762 veröffentlichten Grandison-Romans. Vol.1 online, Vol.2
  • Volksmährchen der Deutschen. 1782–1786: Coleção de contos de fadas (melhor: contos de fadas artificiais), lendas e sagas em cinco volumes, que combina elementos populares (mas literários!) e satíricos
    • Volume 1: Die Bücher der Chronika der drei Schwestern, Richilde, Rolands Knappen
    • Volume 2: Legenden von Rübezahl, Die Nymphe des Brunnens
    • Volume 3: Libussa, Der geraubte Schleier, Liebestreue
    • Volume 4: Stumme Liebe, Ulrich mit dem Bühel, Dämon Amor
    • Volume 5: Melechsala, Der Schatzgräber, Die Entführung
  • Volksmährchen der Deutschen. Com xilogravuras baseadas em desenhos originais. – Leipzig : Mayer e Wigand, 1842. online
  • Freund Hein's Erscheinungen in Holbein's Manier. Com 25 gravuras de Johann Rudolph Schellenberg. Winterthur, bey Heinrich Steiner e Comp. 1785. Versos rimados. books.google
  • Straußfedern. 1787, O primeiro volume de uma coleção de contos deixados inacabados devido à sua morte prematura. online
  • Moralische Kinderklapper für Kinder und Nichtkinder. 1794, livro de instruções para crianças. É uma adaptação livre da obra "Hochets moraux" publicada em 1782, escrita pelo francês Monget. Deixou um fragmento devido à morte de Musaeus, seu amigo Bertuch coleta e publica os restos do livro. online

Referências

  1. «Johann Karl August Musäus» (em inglês). Encyclopædia Britannica. Consultado em 10 de maio de 2020 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.