Abrir menu principal
John Wilkins
Nascimento 14 de fevereiro de 1614
Fawsley, Northamptonshire
Morte 19 de novembro de 1672 (58 anos)
Londres
Nacionalidade Reino Unido Britânico
Ocupação Filosofia natural

John Wilkins FRS (Fawsley, 14 de fevereiro de 1614Londres, 19 de novembro de 1672) foi um filósofo natural, um dos fundadores do Colégio Invisível e um dos fundadores da Royal Society.[1]

Wilkins era um polímata, embora não tenha sido um dos mais importantes inovadores científicos do período. Suas qualidades pessoais foram destacadas, e óbvias para seus contemporâneos, tendo sido, por exemplo, um dos fundadores da nova teologia natural compatível com a ciência de sua época.[2] Ele é particularmente conhecido pela obra "An Essay Towards a Real Character, and a Philosophical Language" (em português, algo como "Um ensaio para um personagem real e uma linguagem filosófica"), de 1668, em que, entre outras coisas, ele propôs uma linguagem universal e um sistema integrado de medição, semelhante ao sistema métrico.

Wilkins morreu aos 58 anos, em 1672, na cidade de Londres, provavelmente a partir dos medicamentos usados ​​para tratar suas pedras nos rins e paralisação da urina.[3]

Índice

ObrasEditar

 
Mathematicall magick, 1691

Dentre suas diversas publicações constam:

  • The Discovery of a World in the Moone (1638)[4][5]
  • A Discourse Concerning a New Planet (1640)
  • Mercury, or the Secret and Swift Messenger (1641), the first English-language book on cryptography
  • Ecclesiastes (1646)
  • Mathematical Magick (1648)
  • A Discourse Concerning the Beauty of Providence (1649)
  • A discourse concerning the gift of prayer: shewing what it is, wherein it consists and how far it is attainable by industry (1651)
  • Vindiciae academiarum (1654), with Seth Ward
  • An Essay towards a Real Character and a Philosophical Language, London, 1668 , in which he proposes a new universal language for the use of natural philosophers.
  • Of the Principle and Duties of Natural Religion, London: Archive, 1675 .

Referências

  1. g1.globo.com/ O ambicioso plano do Século XVII para ir à Lua em uma carroça voadora
  2. Alister E. McGrath, A Scientific Theology: Nature (2001), p. 242.
  3. Inwood, Stephen (2005). The Forgotten Genius: The Biography of Robert Hooke 1635–1703. [S.l.]: MacAdam/Cage Publishing. ISBN 1-59692-115-3 
  4. «Cromwell's moonshot: how one Jacobean scientist tried to kick off the space race», This Britain, UK: The Independent .
  5. «The Discovery of a World in the Moon», History, capítulo 14, Positive atheism, consultado em 18 de junho de 2013, cópia arquivada em |arquivourl= requer |arquivodata= (ajuda) 🔗  |title= e |titulo= redundantes (ajuda)

BibliografiaEditar

  • Wright Henderson, Patrick Arkley, The Life and Times of John Wilkins, Project Gutenberg .
  • Funke, O (1959), «On the Sources of John Wilkins' philosophical language», English Studies, XL (208) .
  • Shapiro, Barbara J (1968), John Wilkins 1614–1672: An Intellectual Biography .
  • Dolezal, Fredric (1985), Forgotten But Important Lexicographers: John Wilkins and William Lloyd. a Modern Approach to Lexicography Before Johnson .
  • Subbiondo, JL, ed. (1992), John Wilkins and 17th-Century British Linguistics .
  • Subbiondo, JL (Jul 2001), «Educational Reform in Seventeenth-Century England and John Wilkins' Philosophical Language», Language & Communication, 21 (3), pp. 273–84 .

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre John Wilkins
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.