Jonathan Ferr

músico e compositor brasileiro de jazz

Jonathan Ferr é um músico e compositor brasileiro de jazz, que alcançou notoriedade nacional e internacional. Apontado pelo jornal El País como o “garoto-estandarte do jazz carioca”.[1] Ferr juntou vários aspectos sonoros, sociais e espirituais dentro de um caldeirão artístico para trilhar caminhos musicais que desconstroem a ideia de que a erudição deve ser inerente a estilos musicais mais complexos.[2][3][4]

Jonathan Ferr
Nascimento 27 de abril de 1987 (37 anos)
Madureira
Cidadania Brasil
Ocupação músico, pianista

Foi uma das atrações musicais da cerimônia de entrega do Prêmio Sim à Igualdade Racial 2023, ao lado de BK', Owerá, MC Soffia, Linn da Quebrada, Kaê Guajajara e Liniker.[5]

Discografia editar

Trilogia do Amor - 2019 editar

Cura - 2021 editar

Referências

  1. Martínez, Chema García (4 de outubro de 2019). «Jonathan Ferr, o garoto-estandarte do jazz carioca no Rock in Rio». El País Brasil. Consultado em 29 de maio de 2023 
  2. https://jornal.unesp.br/author/pablo-diogo (25 de março de 2022). «Jonathan Ferr: a cara do jazz contemporâneo». Jornal da Unesp. Consultado em 29 de maio de 2023 
  3. «Quem é Jonathan Ferr, o novo xamã do jazz nacional». VEJA. Consultado em 29 de maio de 2023 
  4. «Quem é Jonathan Ferr, o pianista de Madureira que quer tirar o elitismo do jazz». Folha de S.Paulo. 24 de junho de 2021. Consultado em 29 de maio de 2023 
  5. Prêmio Sim à Igualdade Racial 2023 | ID_BR | Origens e Raízes, consultado em 29 de maio de 2023