Abrir menu principal

José Pinto Coelho

Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2018).
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde abril de 2014). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
José Pinto Coelho
Presidente do PNR
José Pinto-Coelho (2013)
Partido Partido Nacional Renovador
Religião Católica
Profissão Professor de Educação Visual e Tecnológica

José de Almeida e Vasconcelos Pinto Coelho (Lisboa, Campo Grande, 27 de Setembro de 1960) é um designer gráfico e activista político português, actual presidente do Partido Nacional Renovador. Considera-se católico e nacionalista.

Família

É filho secundogénito do Arquitecto José Gabriel Braamcamp Freire Pinto Coelho (Lisboa, Mercês, 27 de Agosto de 1936 - Lisboa, Hospital da CUF, 31 de Agosto de 1996), sobrinho-bisneto do 1.º Visconde de Silva Carvalho, trineto do 8.º Conde da Ribeira Grande e 1.º Marquês da Ribeira Grande, tetraneto do 4.º Conde de Lumiares, sobrinho-trineto do 1.º Visconde da Charruada, tetraneto do 1.º Conde do Farrobo e 2.º Barão de Quintela e neto materno do 4.º Barão de Almeirim, de ascendência Holandesa, Italiana e Irlandesa, e de sua primeira mulher (Lisboa, Santa Catarina, a 28 de Dezembro de 1957, divorciados) Maria Pia Penalva de Almeida e Vasconcelos (Lisboa, Santa Isabel, 25 de Maio de 1936), sobrinha-neta paterna do 1.º Visconde de Almeida e Vasconcelos, bisneta do 1.º Visconde de Ferreira do Alentejo e neta materna do 2.º Conde de Penalva de Alva (antes Visconde de Penalva de Alva). É irmão do cartunista Luís Pinto Coelho, sobrinho paterno do pintor Luís Pinto Coelho e primo da jornalista Sofia Pinto Coelho. É primo em segundo grau de Nuno Vasconcellos. Pelo lado paterno é também primo em sexto grau do já falecido jornalista e apresentador de televisão Carlos Pinto Coelho e primo-sobrinho em quarto grau de José Diogo Quintela.

Biografia

José Pinto Coelho iniciou os seus estudos em Lisboa, onde frequentou o Liceu Normal de Pedro Nunes, até 1974. O seu pai, arquitecto, ficou sem trabalho devido ao período de instabilidade que se seguiu à revolução de 25 de Abril de 1974 e mudou-se com a família para o Rio de Janeiro, onde Pinto Coelho prosseguiu os seus estudos secundários. Depois de regressar a Portugal e concluír os estudos secundários, matriculou-se na Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa, que abandonou em 1980. Acabou então por ingressar no Instituto de Artes Visuais, Design e Marketing, onde se diplomou em Design.

Iniciou a militância política no final da década de 1970, no Movimento Nacionalista, liderado pelo seu mentor Vítor Luís Rodrigues. Participou também em acções do MIRN, partido político de Kaúlza de Arriaga.

Colaborou na revista Futuro Presente e no jornal O Século, dirigidos por Jaime Nogueira Pinto. Nos anos 90, torna-se membro da associação Aliança Nacional, e em 1999, é um dos fundadores do Partido Nacional Renovador, onde chegou a presidente da Comissão Política após a II Convenção Nacional, a 25 de Junho de 2005. Foi cabeça-de-lista do PNR às eleições intercalares para a Câmara Municipal de Lisboa, em 2007, nas quais obteve 0,8% dos votos. Em 2010 não conseguiu recolher assinaturas suficientes para participar nas Eleições presidenciais portuguesas de 2011. Em 2019, o PNR não conseguiu eleger nenhum eurodeputado.

É um dos sócios fundadores da Associação Portuguesa de Famílias Numerosas.

Casou em Lisboa a 30 de Novembro de 1984 com Ana Mafalda Aragão Moraes de Utra Machado (Lisboa, Alvalade, 23 de Setembro de 1962), com quem teve cinco filhos - Pedro de Utra Machado Pinto Coelho (Lisboa, 4 de Fevereiro de 1986), Madalena de Utra Machado Pinto Coelho (Lisboa, 23 de Junho de 1987), Frederico de Utra Machado Pinto Coelho (Lisboa, 18 de Abril de 1989), José de Utra Machado Pinto Coelho (Lisboa, 14 de Outubro de 1993) e Luís de Utra Machado Pinto Coelho (Lisboa, 9 de Setembro de 1998)[1]

Referências

  1. "Anuário da Nobreza de Portugal - 2006", António Luís Cansado de Carvalho de Matos e Silva, Dislivro Histórica, 1ª Edição, Lisboa, 2006, Tomo IV, pp. 917-918

Ligações externas

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.