José dos Reis Fisher

padre e político português (1856-1929)

José dos Reis Fischer (Angra do Heroísmo, 23 de Julho de 1856 — Angra do Heroísmo, 1 de Abril de 1929) foi um padre e político, deão da Sé Catedral de Angra, formado bacharel em Teologia e Direito pela Universidade de Coimbra em 1885.[1][2]

José dos Reis Fisher
Nascimento 23 de julho de 1856
Angra do Heroísmo
Morte 1 de abril de 1929
Angra do Heroísmo
Cidadania Portugal
Alma mater
Ocupação padre, político
Religião Igreja Católica

BiografiaEditar

Nasceu na freguesia de São Pedro da cidade de Angra, tendo estudadado no Liceu da sua cidade natal e depois no Seminário Episcopal de Angra, tendo sido ordenado presbítero em 1879. Iniciou a sua carreira sacerdotal ao ser nomeado vice-vigário do Cabo da Praia. Considerado um jovem brilhante, foi enviado pela Diocese de Angra para frequentar a Universidade de Coimbra, instituição onde se formou em Teologia e Direito em 1885.[1][3]

Regressado à cidade de Angra, foi nomeado em 1886 para exercer as funções de secretário do bispo D. Francisco Prado de Lacerda, tendo grande influência no seu episcopado. Essa nomeação levou a que fosse sucessivamnete nomeado cónego da Sé de Angra por carta de 30 de Julho de 1890,[1] chantre em 1895 e deão do cabido em 1901.[4]

Foi também vigário-geral do bispado dos Açores sob o governo de sucessivos bispos, vigário capitular do bispado de Angra e professor e reitor do Seminário Episcopla de Angra nos anos lectivos de 1902 a 1905.[1]

Também teve intensa atividade política e jornalística, tendo exercido as funções de procurador na Junta Geral do Distrito de Angra do Heroísmo e de vogal do respetivo Conselho Distrital.

Distinguiu-se na oposição à execução da Lei da Separação, pelo que sendo deão da Sé de Angra, por decreto assinado por Manuel de Arriaga a 12 de Agosto de 1912, foi proibido de residir no Distrito Autónomo de Angra do Heroísmo durante dois anos.[5] Em consequência foi desterrado por dois anos para a ilha de São Miguel.[6]

Notas

  1. a b c d José dos Reis Fisher na Enciclopédia Açoriana.
  2. José Guilherme Reis Leite, Leite, Os Fisher. Esboço histórico de uma família açoriana. Angra do Heroísmo, Instituto Açoriano de Cultura, 1977.
  3. José Augusto Pereira, Padres açorianos, p. 61. Angra do Heroísmo, União Gráfica Angrense, 1936.
  4. José Augusto Pereira, Padres açorianos, p. 61. Angra do Heroísmo, União Gráfica Angrense, 1936.
  5. Decreto proìbindo o deão do bispado de Angra do Heroísmo de residir, durante dois anos dentro dos limites do distrito (Diário do Govêrno n.º 203/1912, série I, de 29 de agosto de 1912).
  6. José Augusto Pereira, A diocese de Angra do Heroísmo na História dos seus Prelados, vol. II: 36. Angra do Heroísmo, Instituto Histórico da Ilha Terceira, 1954.

BibliografiaEditar

  • Alfredo Luís Campos, Memória da Visita Régia à Ilha Terceira, Imprensa Municipal, Angra do Heroísmo, 1903.

Ligações externasEditar