Abrir menu principal

Joshua Reed Giddings

político americano
Joshua Giddings

Joshua Reed Giddings (Athens, Pensilvânia, 6 de outubro de 1795Montreal, 27 de maio de 1864) foi um advogado e político americano, que ganhou notoriedade por sua proeminente oposição a escravidão nos Estados Unidos. Ele foi representante pelo estado de Ohio na Câmara dos Representantes de 1838 a 1859. Ele foi inicialmente membro do Partido Whig mas, depois de transitar por algumas legendas, se juntou aos Republicanos, partido que ajudou a fundar.[1]

Giddings foi censurado em 1842 por violar a "lei do silêncio" ao discutir a questão da escravidão na Casa dos Representantes quando ele propôs uma série de resoluções contra o apoio federal a trafego escravo costeiro. Ele renunciou sua posição no Congresso, como consequência, mas foi subsequentemente reeleito por uma grande margem pelos eleitores de Ohio.[2]

Nas décadas que ficou no serviço público, defendeu medidas duras (as vezes violentas) para acabar com a escravidão nos Estados Unidos. Perto do fim da vida, foi indicado pelo presidente Lincoln como cônsul geral no Canadá, onde viria a falecer. Atualmente esta enterrado na cidade de Jefferson, no estado de Ohio.[3]

Referências

  1. Stewart, James Brewer. Joshua R. Giddings and the Tactics of Radical Politics. Cleveland: Press of Case Western Reserve University, 1970.
  2. Barnes, Gilbert Hobbs, The Anti-Slavery Impulse 1830-1844. Harcourt, Brace & World, Inc., New York, etc., 1933, 1964.
  3. Joshua Reed Giddings (em inglês) no Find a Grave
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.