Jovem Pan News Campinas

Jovem Pan News Campinas
{{{alt}}}
Rádio Jequitibá Ltda.
Ampla Radiodifusão Ltda.
Rádio Morena Stereo Ltda.
País Brasil
Cidade de concessão Campinas, SP (AM 1230) e (FM 100.3)
Amparo, SP (FM 99.7)
Frequência(s) AM 1230 kHz
FM 99.7 MHz
FM 100.3 MHz
Sede Campinas, SP
Fundação 24 de outubro de 1984 (35 anos)
Fundador Natal Gale
Pertence a Grupo ABC de Comunicação
Proprietário(s) Ivo Rocha
Antigo(s) proprietário(s) Natal Gale (1984-2010)
Renato Gale (1987-1989)[nota 1]
Formato Comercial
Gênero Jornalistico
Afiliações Jovem Pan News
Afiliações anteriores Rede Aleluia (1997-2003)
Rádio Deus é Amor (1994-1997; 2003)
Idioma (em português brasileiro)
Prefixo ZYK 716 (AM)
ZYD 993 (FM 99.7)
ZYD 950 (FM 100.3)
Nome(s) anterior(es) Rádio Difusora
Rádio Princesa
Rádio Jequitibá
Emissoras irmãs Clip FM Indaiatuba
Rádio ABC
Dados técnicos Potência: 5 kW (dia)
0,5 kW (noite)
Classe: B (AM)

A2 (FM 99.3 e FM 100.3)
RDS: Não

Página oficial www.jovempannewscampinas.com.br

Jovem Pan News Campinas é uma emissora de rádio brasileira sediada em Campinas, cidade do estado de São Paulo. Opera no dial AM, na frequência 1230 kHz e em conjunto também com as frequências FM 99.7 MHz , concessionada em Amparo e FM 100.3 MHz, concessionada em Campinas, e é afiliada à Jovem Pan News. Fundada em 10 de outubro de 1984 pelo advogado e político Natal Gale, era chamada de Rádio Jequitibá e tinha a música sertaneja como característica de sua programação, posteriormente pelos diversos arrendamentos para entidades religiosas.[1][2][3] Atualmente controlada pelo empresário Ivo Rocha, é integrante do Grupo ABC de Comunicação, que também administra a Jovem Pan News, de Santos, e a Rádio ABC, de Santo André.

HistóriaEditar

Em 1984, o advogado e político Natal Gale, que estava em sua segunda legislatura pelo Partido Democrático Social (PDS) como deputado federal, recebeu do presidente João Figueiredo duas concessões para operar em Campinas, em AM e FM (esta última a Morena FM, atualmente arrendada para a Rede Aleluia).[2] De forma discreta, a emissora entrou no ar em 24 de outubro de 1984[3], como Rádio Difusora, posteriormente Rádio Princesa, até assumir o nome Rádio Jequitibá.[2] Natal Gale recebeu ajuda de Paulo Pedroso, proprietário da Rádio Cultura, que emprestou uma sala no prédio da Cultura e equipamentos para operar a emissora. Sem entusiasmo, passou o controle da Rádio Jequitibá para o filho, Renato Gale, que assumiu em 1987.

Em 1988, Luiz Ceará assumiu a direção da emissora, que implantou uma pequena equipe de jornalismo e esportes, e programação de música sertaneja. Nesta fase, era produzido um jornalístico de meia hora, pela manhã, e boletins de hora em hora, intercalada com a programação musical.[1] Quando Natal Gale perdeu o mandato, em 1989, reassumiu o controle da emissora e começou a implantar uma programação política. A intervenção culminou na saída de Luiz Ceará.[2] Mesmo mantendo o projeto de Ceará, a Jequitibá entrou em declínio a partir da década de 1990. Neste período, as equipes deixaram a emissora, e a morte de Renato Gale culminou na decisão de Natal Gale em arrendar a Rádio Jequitibá para igrejas.[2] Em 1994, a rádio vendeu 77% da programação para a Rádio Deus é Amor.[3] Em 1997, vendeu dois terços da grade para a Rede Aleluia.[2]

Entre 2002 e 2003, a Rádio Jequitibá voltou a ter programação musical sertaneja. Apesar dos resultados positivos, eles não eram revertidos em bons resultados financeiros, o que fez a administração voltar a arrendar a programação para a Rádio Deus é Amor, em agosto de 2003.[2] Em 2007, a emissora produzia boletins jornalísticos transmitidos, de hora em hora, entre 7h às 19h.[1] A administração das rádios esteve com Natal Gale até sua morte, em 2010.[4] Posteriormente, foi adquirida pelo empresário Ivo Rocha e incorporada ao Grupo ABC de Comunicação e entrou com processo para migrar do dial AM para o FM.[5] No entanto, a emissora manteve arrendamentos para outras igrejas.

Em março de 2017, foi anunciado que a emissora passaria a integrar a rede Jovem Pan News, com projeto all news. A afiliação ocorreu em 4 de abril de 2017, onde deixou de se chamar Rádio Jequitibá e foi renomeada Jovem Pan News Campinas. Inicialmente irá retransmitir somente os programas de rede, mas gradativamente deverá inserir conteúdo local.[6]

No dia 3 de abril de 2020, a FM 99.7 que pertence ao mesmo grupo deixou de ser a Cristal FM e foi confirmado que seria retransmissora da Jovem Pan News Campinas, em conjunto com a AM 1230. A retransmissão começou no final da tarde do mesmo dia.[7][8]. Em 4 de setembro do mesmo ano, passou a transmitir tambem na frequência 100.3 FM, substituindo a Morena FM, para ampliar sua cobertura na região.[9]

Notas e referências

Notas

  1. Natal Gale ainda permanecia como proprietário da emissora, mas assumiu sua administração quando o mesmo demonstrou desinteresse pelo projeto.[1]

Referências

  1. a b c d Profa. Dra. Ivete Cardoso do Carmo Roldão (2007). «A ausência de propostas educativas e cidadãs no rádio AM: uma análise das emissoras de Campinas» (PDF). Campinas: Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (em português brasileiro): 1-14. Consultado em 2 de abril de 2017 
  2. a b c d e f g Profa. Dra. Ivete Cardoso do Carmo Roldão (2007). «Rádio e Política em Campinas: a trajetória do rádio AM» (PDF). Campinas: Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (em português brasileiro): 1-15. Consultado em 2 de abril de 2017 
  3. a b c Leila Rinaldi Ming; Eder Conrado de Oliveira; Ivete Cardoso do Carmo Roldão (2006). «Uma análise do perfil da programação das emissoras AM de Campinas» (PDF). São Bernardo do Campo: Pontifícia Universidade Católica de Campinas. UNESCOM - Congresso Multidisciplinar de Comunicação para o Desenvolvimento Regional (em português brasileiro): 1-15. Consultado em 2 de abril de 2017. Arquivado do original (PDF) em 2 de abril de 2017 
  4. Carlos Massaro (30 de junho de 2010). «Dono das rádios Morena e Jequitibá morre em Campinas». Tudo Rádio. Consultado em 2 de abril de 2017 
  5. «Grupo ABC de Comunicação sai na frente na migração de suas emissoras AM». Bastidores do Rádio. 12 de novembro de 2013. Consultado em 2 de abril de 2017. Cópia arquivada em 18 de setembro de 2017 
  6. Daniel Starck (30 de março de 2017). «Exclusivo: Jovem Pan News confirma estreia de afiliada em Campinas». Tudo Rádio. Consultado em 2 de abril de 2017 
  7. [https://tudoradio.com/noticias/ver/23276-exclusivo-jovem-pan-news-registra-forte-audiencia-digital-com-entrevista-de-bolsonaro-e-confirma-chegada-ao-fm-de-campinas «tudoradio.com - Exclusivo: Jovem Pan News registra forte audi�ncia digital com entrevista de Bolsonaro e confirma chegada ao FM de Campinas - R�dio News»]  replacement character character in |titulo= at position 62 (ajuda)
  8. Qualic. «Sintonize 99.7 e ouça a Pan News Campinas, agora também em FM» 
  9. «tudoradio.com - Jovem Pan News substitui a Morena FM em Campinas. Grupo ABC vai operar a 100.3 FM - Rádio News». tudoradio.com. Consultado em 13 de setembro de 2020 

Ligações externasEditar