Abrir menu principal

Jovino Cândido da Silva (Florínea, 20 de janeiro de 1955) é um advogado e político brasileiro[1].

BiografiaEditar

Nascido no oeste do Estado de São Paulo, chegou em Guarulhos aos 6 anos de idade. Em 1972 começou a trabalhar na empresa Camargo Corrêa como ajudante de mecânico. Em 1982 graduou-se em Direito pelas Faculdades Integradas de Guarulhos. Em 1983 ingressou na Câmara Municipal de Guarulhos como Oficial Legislativo, cargo que exerceu até 1996, quando foi eleito vice-prefeito na chapa encabeçada pelo professor Néfi Tales. No início da gestão de Tales, Jovino foi secretário Municipal de Esportes[2] ao mesmo tempo em que era vice-prefeito.

Um pouco mais de um ano à frente da Prefeitura, Néfi Tales teve o mandato cassado[3] por causa de irregularidades no repasse de verbas da prefeitura para a Câmara e pelo aumento do patrimônio incompatível com seus ganhos, segundo investigação da promotoria de Guarulhos. Com a cassação de Tales, em 16 de setembro de 1998[4] Jovino Cândido assumiu a prefeitura de Guarulhos pelo Partido Verde (PV) permanecendo até 31 de dezembro de 2000, quando perdeu a eleição para prefeito no segundo turno para o candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), Elói Pietá.

Na eleição de 2002[5] elegeu-se deputado federal por São Paulo com 99.357 votos (0,51% dos votos válidos). Em 2004[6] se candidatou mais uma vez para o cargo de prefeito de Guarulhos, mas perdeu novamente para Elói Pietá que ganhou a eleição no primeiro turno com 278.555 votos (53,38% dos votos válidos). Nessa pleito, Jovino obteve 157.848 votos (30,36% dos votos válidos).

Na eleição de 2006[7] tentou se reeleger deputado federal, mas com 37.392 votos não conseguiu uma cadeira na Câmara dos Deputados. Deixou a Câmara ao final da legislatura, em janeiro de 2007 e em 2008[8] candidatou-se novamente para prefeito de Guarulhos, mas ficou em terceiro lugar no primeiro turno com 97.464 votos.

Em 2016, se tornou candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pelo empresário Miguel Martello, do Partido Social Democrático (PSD), porém, a chapa ficou em quinta colocação [9], com 33.045 votos (5,47% dos votos válidos).

Referências

  1. Nome: CÂNDIDO, JovinoCPDOC da FGV - 9 de novembro de 2016
  2. «Conheça os Deputados». Consultado em 8 de novembro de 2016 
  3. «Folha Online - Cotidiano - Néfi Tales, ex-prefeito de Guarulhos, morre aos 65 anos - 21/06/2003». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 8 de novembro de 2016 
  4. «Folha de S.Paulo - Néfi Tales foi cassado no ano passado - 06/07/99». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 8 de novembro de 2016 
  5. «Fernando Rodrigues». Eleições 2002 - Resultados - Deputados federais eleitos. Consultado em 8 de novembro de 2016 
  6. «UOL Eleições 2004». eventos.noticias.uol.com.br. Consultado em 8 de novembro de 2016 
  7. «Folha Online - Especial - 2006 - Eleições - Apuração - São Paulo - Deputado Federal». eleicoes.folha.uol.com.br. Consultado em 8 de novembro de 2016 
  8. «Apuração - UOL Eleições 2008». placar.eleicoes.uol.com.br. Consultado em 8 de novembro de 2016 
  9. «Resultado das Eleições 2016 - Prefeito - Guarulhos-SP | Gazeta do Povo». Gazeta do Povo. Consultado em 8 de novembro de 2016