Abrir menu principal
Juliana Veloso
Saltos ornamentais
Nascimento 22 de dezembro de 1980 (38 anos)
Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro
Nacionalidade brasileira
Clube Fluminense Football Club
Medalhas
Jogos Pan-Americanos
Prata Santo Domingo 2003 Plataforma de 10 metros
Bronze Santo Domingo 2003 Trampolim de 3 metros
Bronze Rio de Janeiro 2007 Plataforma de 10 metros
Universiada
Bronze Izmir 2005 Universíada de Verão de 2005
Campeonato Sul-Americano
Ouro São Paulo 2008 Plataforma de 10 metros
Ouro São Paulo 2008 Sincronizado de 3 Metros
Prata São Paulo 2008 Trampolim de 1 metro
Bronze São Paulo 2008 Plataforma de 3 metros

Juliana Veloso (Rio de Janeiro, 22 de dezembro de 1980) é uma atleta de saltos ornamentais brasileira,que se notabilizou competindo pelo Fluminense Football Club e pela Seleção Brasileira de Saltos Ornamentais. Nos Jogos Pan-Americanos de 2019, ao competir pela sexta vez consecutiva, Juliana Veloso tornou-se a atleta brasileira com mais participações nos Jogos Pan-Americanos (1999, 2003, 2007, 2011, 2015 e 2019),[1] ela que já era a atleta com mais participações em olimpíadas, cinco no total (2000, 2004, 2008, 2012 e 2016).[2] Classificou-se para os Jogos Olímpicos de Atlanta em 1996, mas foi vetada então por ter apenas 15 anos.[3]

Índice

CarreiraEditar

Participações nos Jogos Pan-AmericanosEditar

Foi a única atleta do Rio a disputar os Jogos Pan-Americanos de 1999 em Winnipeg, e os Jogos Pan-Americanos de 2003 em Santo Domingo. Conquistou medalha de prata e medalha de bronze em Santo Domingo e bronze nos Jogos Pan-Americanos de 2007 no Rio de Janeiro. Nas suas participações em Guadalajara 2011 e Toronto 2015, competindo apenas no trampolim, modalidade na qual se tornou especialista, ficou em sexto lugar,[4] e em 2019 terminou na 11º colocação no tranpolim de 3 metros e dois sextos lugares, no trampolim de 1 metro e no trampolim de 3 metros sincronizado.[5]

Participações nos Jogos OlímpicosEditar

Participou das Jogos Olímpicos de Verão de 2000 em Sydney, Jogos Olímpicos de Verão de 2004 em Atenas, Jogos Olímpicos de Verão de 2008 em Pequim, Jogos Olímpicos de 2012 em Londres e Jogos Olímpicos de Verão de 2016, no Rio de Janeiro.[6][7]

Em Pequim,uma lesão no punho atrapalhou a sua performance.[8]

Rio 2016

Representou o Brasil nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016, ficando em oitavo lugar no trampolim sincronizado com Tammy Takagi. No trampolim individual Juliana fez 240.90 pontos, ficando na 27º colocação.[9]

Participações no Campeonato Sul-AmericanoEditar

Juliana foi várias vezes campeã sul-americana nas categorias trampolim de um metro e plataforma, competição disputada de dois em dois anos, tendo a edição de 2018 sido 43ª edição da disputa dos Saltos Ornamentais.[10][11][12]

Participando das competições desde 1996, até 2004 já tinha acumulado 12 medalhas de ouro (cinco na plataforma e cinco no trampolim de um metro e duas no trampolim de três metros) e 4 de prata (trampolim de metros).[13] Em 2006 conquistou mais uma medalha de ouro e uma de prata,[14], em 2008, duas de ouro, uma de prata e uma de bronze.[15][16] em 2010, duas de ouro e uma de prata,[17][18][19], em 2012, duas de ouro.[20]

Referências

  1. NETFLU, Redação (12 de agosto de 2019). «Flu parabeniza desempenho de atletas brasileiros nos Jogos Pan-Americanos». Site NETFLU. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  2. Site Clucrbs - Juliana Veloso garante vaga em sua quinta Olimpíada e faz história nos saltos ornamentais, página editada em 22 de fevereiro de 2016 e diponível em 18 de agosto de 2019.
  3. Olimpianos - Atletas Olímpicos Brasileiros: Juliana Veloso Arquivado em 1 de março de 2017, no Wayback Machine. Acessado em 19 de agosto de 2019
  4. Site Globoesporte.com - Aos 38 anos, Juliana Veloso amplia recorde com seu sexto e último Pan e sonha se tornar policial, página editada em 1 de agosto de 2019 e disponível em 13 de agosto de 2019.
  5. Site Globoesporte.com - Com um 11º lugar no trampolim de 3m, Juliana Veloso se despede do Pan: "Não tem como competir", página editada em 5 de agosto de 2019 e disponível em 13 de agosto de 2019.
  6. «Resultados». Consultado em 11 de agosto de 2016 
  7. Olimpianos - Atletas Olímpicos Brasileiros: JULIANA VELOSO Arquivado em 1 de março de 2017, no Wayback Machine. Acessado em 28 de fevereiro de 2017
  8. Jornal de Brasília - Juliana Veloso diz que lesão no punho atrapalhou seu salto, página editada em 20 de agosto de 2008 e disponível em 13 de agosto de 2019.
  9. Site ESPORTE ALTERNATIVO - Juliana Veloso encerra participação nos Jogos do Rio com 27º lugar, página editada em 12 de agosto de 2016 e disponível em 13 de agosto de 2019.
  10. Site Tribuna do Paraná - Juliana Veloso ganha 3.º ouro, página editada em 20 de março de 2004 e disponível em 13 de agosto de 2019.
  11. Site do jornal Extra (RJ) - Juliana Veloso é campeã Sul-Americana na plataforma de 10m, página editada em 14 de dezembro de 2010 e disponível em 13 de agosto de 2019.
  12. Site Best Win - Uma pequena História do Sul-Americano de Natação, página editada em 30 de outubro de 2018 e disponível em 14 de agosto de 2019.
  13. Site da Unimed - Juliana Veloso conquista seu terceiro ouro no Campeonato Sul-Americano, página editada em 19 de março de 2004 e disponível em 13 de agosto de 2019.
  14. Site do jornal O Globo - Juliana Veloso participa do Troféu Brasil de Saltos Ornamentais, página editada em 5 de abril de 2006 e disponível em 17 de agosto de 2019.
  15. Site Globoesporte.com - Juliana e Tammy são ouro no Sul-Americano, página editada em 15 de março de 2008 e disponível em 7 de agosto de 2019.
  16. Saltador César Castro é ouro no Sul-Americano de Esportes Aquáticos, página editada em 12 de março de 2019 e disponível em 17 de agosto de 2019.
  17. Site Capivari nos Esportes, página editada em 12 de janeiro de 2011 e disponível em 18 de agosto de 2019.
  18. Juliana Veloso é ouro no trampolim de 3 metros, página editada em 23 de março de 2010 e disponível em 18 de agosto de 2019.
  19. Site da ESPN - Juliana é prata e Milena bronze no trampolim; Ian leva nova medalha, página editada em 20 de março de 2010 e disponível em 18 de agosto de 2019.
  20. Site Ahe Brasil - Juliana Veloso leva dois ouros no Campeonato Sul-Americano, página editada em 16 de março de 2012 e disponível em 18 de agosto de 2019.

Ligações externasEditar