Jurunas (Belém)

bairro do município de Belém, Brasil
Localização do bairro Jurunas em Belém do Pará

Bairro do Jurunas é um bairro da cidade brasileira de Belém do Pará.[1]

É atualmente um dos bairros mais populosos da capital paraense, com um pouco mais de 60 mil habitantes. A maioria de suas ruas recebeu nomes de tribos indígenas, como: Tupinambás, Tamoios, Mundurucus, assim como o próprio nome do bairro homenageia uma tribo indígena. O Jurunas recebe inúmeras visitas de pessoas vindas do interior do estado, sendo que sua formação populacional se deve muito a esse fato. Junto ao bairro do Guamá forma o binômio mais populoso da cidade de Belém. O bairro está situado na zona sul de Belém, fazendo limites com o bairro da Cidade Velha a oeste, o bairro Batista Campos ao norte, o bairro do Condor a leste e a Baía do Guajará ao sul.

História e culturaEditar

A ocupação do bairro se deu por conta da construção do Presídio São José, para abrigar a ordem religiosa de Nossa Senhora da Piedade em 1749. O antigo convento é hoje um dos mais visitados pontos turísticos da Cidade, o Espaço São José Liberto, também conhecido como, Polo Joalheiro.

O Jurunas abriga várias das mais tradicionais escolas de samba do município, como: Academia de Samba Jurunense, o "Rancho Não Posso Me Amofiná", atual campeão do carnaval de Belém e o Coração Jurunense.

Destaques Do BairroEditar

Gaby Amarantos,[2] Nascida e criada no bairro do Jurunas, a Rainha do Tecnomelody, faz questão de sempre lembrar que veio do jurunas, onde até hoje passa momentos de descontração com sua família. Local onde também gravou um DVD, intitulado "Live In Jurunas" .

Leona Vingativa: É uma personagem da internet que ficou conhecida por vídeos cômicos feitos para o youtube, que hoje passam de 1 milhão de visualizações, todos gravados no Jurunas. Assim como o cover da música tema da Copa do Mundo de 2014 que também virou um hit na internet, "Eu Quero Um Boy" . Atualmente Leona vem sendo conhecida como "ícone da conscientização", pelos vídeos com foco em alertar a população sobre o Lixo jogado nas ruas.

Nelsinho Rodrigues: É um dos principais cantores e compositores da musica brega. Uma das músicas mais conhecidas do cantor é o "Gererê", além de outros sucessos conhecidos no cenário da música Paraense.

Cleide Moraes: Nascida no bairro do jurunas, foi conhecida como a "Rainha Da Saudade" e uma das principais cantoras do cenário paraense. Suas músicas românticas costumavam embalar as festas dos famosos "Baile da Saudade" em Belém. Recentemente recebeu o Prêmio de "Mulher talento" da revista "Toda" [1]

O bairro também foi a casa de Augusto Gomes Rodrigues, mais conhecido como Mestre Verequete, O "Rei do Carimbó".

Existe ainda outras figuras conhecidas no bairro por realizar algo na comunidade, como o ex- vereador conhecido como "Bento Maravilha" que vive até hoje no bairro, entre outros.

Noitada JurunenseEditar

O Jurunas é conhecido por ser um bairro alegre e festivo, nele podemos encontrar diversas casas de shows que embalam as noites do bairro, como :

  • Florentina Prime - R. Eng. Fernando Guilhon
  • São Domingos e C.R Beneficente - Av. Roberto Camelier 816
  • Imperial - R. Eng. Fernando Guilhon

Além dos bares que também são bastante movimentados.

  • Beirada prime - Rua Eng. Fernando Guilhon

LanchonetesEditar

  • Restaurante Azulino - Av. Roberto Camelier, 830
  • Gilson Lanches - AV. Roberto Camelier, 735
  • Rico's Lanches -R. Eng. Fernando Guilhon, 1050
  • Salgados Do Pio - Tv. Honório José dos Santos
  • Pastel de casa - Av. Roberto Camelier, 1846

Órgãos PúblicosEditar

  • Delegacia  DATA Jurunas e SAS Fasepa - Av. Roberto Camelier 525
  • Unidade de saúde do Jurunas - R. Eng. Fernando Guilhon

Escolas PúblicasEditar

  • E.E.E.F Vereador Gonçalo Duarte - R. Eng. Fernando Guilhon, 151
  • E.E. PE Benedito Chaves - R. dos Mundurucus , 760
  • Prof. Placidia Cardoso - R. dos Tamoios, 602
  • E.E. Maria Luiza Vella Alves - R. Eng. Fernando Guilhon, passagem Jacob (Ao lado do Posto de saúde)
  • E.E Camilo Salgado - AV. Roberto Camelier
  • E.E.E.F São Pio X - Tv. Honório José Dos Santos, 1283
  • E.E. Primeiro Grau Prof. Artur Porto - R. Eng. Fernando Guilhon, 450
  • E.M Nestor Nonato Lime - R. Conjunto Radional
  • Professor Marluce Pacheco Ferreira - Trav Bom Jardim S/N - Esquina Com a Quintino Bocaiúva
  • Moradores Vila Nova P Moura Carvalho - Rua dos Tamoios Vila Nova, 56
  • E.M Prof. Miguel Pernambuco Filho - Av. Roberto Camelier, 825

IgrejasEditar

  • Paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus - Av. Roberto Camelier
  • Paróquia De Santa Luzia - R.dos. Pariquis 182

CuriosidadesEditar

  • O único supermercado grande do Bairro era a Yamada, que hoje em dia já não está mais funcionando no local. assim, o bairro conta apenas com meio a meio e mercadinhos.
  • A Feira do Jurunas é uma das maiores feiras de Belém.
  • No Jurunas existe uma pequena "Aparelhagem" Conhecida como "Belo Som", que embala diversas festas de rua no bairro.
  • Existe uma queimada que acontece todo ano formada apenas por LGBTSQs.
  • O bairro do Jurunas já pensou em emancipação política de Belém devido a grande população (cerca de 60 mil hab.) e sua cultura em particular que regionalmente conhecida como cultura jurunense.

Principais linhas de ônibusEditar

Linha Nome Empresa Tarifa 3,60 Principais pontos do trajeto no bairro
309 UFPA ↔ Ver-o-Peso Guajará R$ 3,60 Av. Roberto Camelier
441 Ceasa ↔ Felipe Patroni Arsenal R$ 3,60 Av. Roberto Camelier - R. São Miguel - Tv. Tupinambás - Av. Engenheiro Fernando Guilhon
442 Ceasa ↔ Ver-o-Peso Arsenal R$ 3,60 Av. Engenheiro Fernando Guilhon - Av. Roberto Camelier
315 UFPA ↔ Centro Histórico Guajará R$ 3,60 Av. Roberto Camelier - R. São Miguel - R. dos Tupinambás - Av. Roberto Camelier
318 Arsenal Arsenal R$ 3,60 Av. Engenheiro Fernando Guilhon - Av. Roberto Camelier - R. São Miguel - R. Honório José dos Santos - R. Jabatiteua
306 UFPA ↔ Pedreira Guajará R$ 3,60 Av. Roberto Camelier - R. São Miguel - R. dos Tupinambás
328 Cipriano Santos ↔ via Presidente Vargas Arsenal R$ 3,60 Av. Engenheiro Fernando Guilhon

Referências

  1. «Bairros de Belém» (PDF). Belem.pa.gov.br 
  2. «Biografia de Gaby Amarantos.». Gabyamarantos.com. Arquivado do original em 3 de fevereiro de 2013