Abrir menu principal
Kary Mullis
Conhecido(a) por Reação em cadeia da polimerase
Nascimento 28 de dezembro de 1944
Lenoir
Morte 7 de agosto de 2019 (74 anos)
Newport Beach, Califórnia
Nacionalidade Estadunidense
Alma mater Universidade da Califórnia em Berkeley
Prêmios Prêmio William Allan (1990), Prêmio Robert Koch (1992), Medalha do prêmio Nobel Nobel de Química (1993), Prêmio Japão (1993), National Inventors Hall of Fame (1998)
Causa da morte pneumonia
Campo(s) Biologia, Bioquímica

Kary Banks Mullis (Lenoir, 28 de dezembro de 1944Newport Beach, Califórnia, 7 de agosto de 2019) foi um bioquímico estadunidense. Foi laureado com o Nobel de Química de 1993, pela invenção da reação em cadeia da polimerase (PCR), junto com Michael Smith.[1]

Mullis morreu de pneumonia[2] em 7 de agosto de 2019, aos 74 anos de idade, em Newport Beach, Califórnia.[3]

Referências

  1. Shampo, Marc A.; Kyle, Robert A. «Kary B. Mullis—Nobel Laureate for Procedure to Replicate DNA». Mayo Clinic Proceedings. 77 (7). doi:10.4065/77.7.606 
  2. «Nobel Winner Kary Banks Mullis, Who Revolutionized DNA Research, Dies in O.C.». MyNewsLA.com. 8 de agosto de 2019. Consultado em 12 de agosto de 2019 
  3. Dclark, Debbie (9 de agosto de 2019). «Nobel Prize-winning chemist who grew up in SC capital dies at 74». postandcourier.com. Consultado em 12 de agosto de 2019 

Ligações externasEditar


Precedido por
Rudolph Arthur Marcus
Nobel de Química
1993
com Michael Smith
Sucedido por
George Andrew Olah


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Citações no Wikiquote
  Este artigo sobre um(a) químico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.