Abrir menu principal
King's College London
King's College London logo.svg
Logo da universidade
Lema Sancte et Sapienter
"Com Santidade e Sabedoria"
Fundação 1829
Tipo de instituição Pública
Localização Londres, Inglaterra, Reino Unido
Presidente Ed Byrne
Docentes 6 113 (2012)[1]
Total de estudantes 25 187 (2012–13)[2]
Graduação 14 997[2]
Pós-graduação 10 190[2]
Campus Urbano

O Colégio do Rei de Londres (do inglês: King's College London) é uma universidade pública do ramo de investigação, localizada em Londres (Reino Unido), fundada por Jorge IV e o Duque de Wellington em 1829.

É a terceira universidade mais antiga da Inglaterra. O Hospital de Santo Thomas, um hospital universitário da Escola de Medicina do King's College, tem raízes que remontam a 1173.

O King's College é classificado como a "6ª melhor universidade da Europa", e "16ª melhor do mundo" no período de 2014-15, de acordo com a QS World University Rankings.[3] A reputação do King's College inclui todas as principais áreas académicas, com destaque para: direito, relações internacionais, estudos de guerra nas ciências sociais, medicina, psicologia, enfermagem nas ciências naturais. O King's College já produziu 12 ganhadores do Prémio Nobel, como é o caso do vencedor do Nobel da Paz, Desmond Tutu. Formou também 16 chefes de estado e dezenas de outros líderes mundiais. No parlamento britânico atual podem encontrar-se 20 deputados formados no King's College.

O King's College é integrante do grupo Golden Triangle de universidades britânicas de elite, em conjunto com a Universidade de Oxford, Universidade de Cambridge, University College London, Imperial College London, e London School of Economics.[4] O King's College é também membro fundador da Universidade de Londres e do Russell Group.

O processo de admissão ao King's College é extremamente competitivo, e apenas uma pequena percentagem dos estudantes mais brilhantes é convidada a estudar na instituição. O King's College de Londres tem hoje em dia aproximadamente 25 000 alunos, sendo 14 997 alunos de graduação e 10 190 de pós-graduação. Seu primeiro professor foi John Frederic Danniel, um físico e químico muito famoso por ter criado a Pilha de Daniell, um Higrômetro e um Pirômetro de registro. O King's College constitui o maior centro de formação médica da Europa.

BibliografiaEditar

  • Hearnshaw, F. J. C. (1929) The Centenary History of King's College London. George G. Harrap & Co.
  • Huelin, G. (1978) King's College London, 1828-1978.
  • Jones, C. K. (2004) King's College London: In the service of society.

Referências

  1. «Profile» (PDF). King's College London. 2012. Consultado em 22 de janeiro de 2013 
  2. a b c «1st December Enrolled Student Headcount 2012/13» (PDF). King's College London. Consultado em 20 de agosto de 2013 
  3. QS Quacquarelli Symonds Limited. «"QS World University Rankings Results 2014"». Consultado em 20 de setembro de 2014 
  4. (em inglês) Nature (6 de julho de 2005). «Golden opportunities». Consultado em 3 de setembro de 2013 

Ligações externasEditar