Klimov M-105

O Klimov M-105 foi um motor V12 aeronáutico a pistão utilizado em aeronaves soviéticas durante a Segunda Guerra Mundial.[2]

M-105
Um VK-105PF no Museu da Força Aérea Central (Moscou)
Informações básicas
Tipo Motor V12
Fabricante Klimov
Origem  União Soviética
Maiores aplicações LaGG-3
Petlyakov Pe-2
Yakovlev Yak-1
Yakovlev Yak-9
Quantidade
produzida
cerca de 129.000 unidades
Especificações (VK-105)
Comprimento 2.027 mm
Largura 777 mm
Altura 945 mm
Diâmetro (cilindro(s)) 148 mm
Curso 170 mm
Peso 575 kg
Deslocamento 35,101 L
Compressor Centrífugo de duas velocidades
Potência 1.100 hp (820 kW) a 2.700 RPM
Sistema de combustível Seis carburadores K-105 (cópia licenciada do Solex-Hispano 56SVC)
Tipo de combustível Gasolina de 94 (mínimo), 95 ou 100 octanas
Sistema de refrigeração Refrigerado a água
Relação potência / peso 1,42 kW/kg (0,86 hp/lb)
Consumo 328 g/(kW•h) (0,54 lb/(hp•h))
Desenvolvido de Klimov M-103
Notas
Fonte[1]

DesenvolvimentoEditar

O M-105, projetado em 1940, baseou-se muito na experiência da Klimov com o motor Hispano-Suiza 12Y (produzido sob licença como M-100). Além de um supercompressor de duas velocidades, o M-105 teve muitas melhorias como duas válvulas de admissão por cilindro e um virabrequim contrabalanceado. O M-105 foi o primeiro motor V-12 da Klimov a incorporar o sistema de indução na parte de "fora" dos cilindros, com o sistema de exaustão também saindo pelo lado de fora, com portas "siamesas" de exaustão adjacentes uma a outra. Cerca de 129.000 M-105 e seus variantes foram produzidos.

Durante a guerra, os motores da Klimov foram redesignados de "M" (de "motor") para "VK" (das iniciais do engenheiro chefe).

VariantesEditar

  • M-105 - (1.100 hp) Primeira versão produzida no final de 1939. Instalado em alguns caças pré-guerra.
  • M-105P - (1.050 hp) Primeiro motor de produção em massa (1940). Aceita um canhão automático no "V" entre os cilindros. Instalado na maior parte dos caças soviéticos pré-guerra - Yak-1, LaGG-1 e várias aeronaves experimentais.
  • M-105PA - (1.200 hp) Versão melhorada (1941).
  • M-105PF (VK-105PF) - (1.260 hp) Modificação de 1942 com maior potência com a perda de desempenho em altas altitudes. Apesar da preocupação de Klimov sobre o menor tempo de vida útil, o motor foi colocado em produção por insistência da Yakovlev e a utilização da versão "PF" mostrou que esta foi a decisão correta. Foi instalado em várias versões de caças "Yak" - Yak-1B, Yak-7B, Yak-9.
  • VK-105PF2 & PF3 - (1.300 a 1.360 hp) Maior potência, desmentindo a opinião de que o M-105 não poderia ficar mais potente. O "PF2" foi instalado no Yak-3.
  • M-105PD - (1.170 hp) Motor com turbocompressor E-100 de dois estágios, experimental de alta altitude, mas não foi bem sucedido.
  • M-105R - (1.100 hp) Caixa de redução da hélice menor para bombardeiros. Instalado no Pe-2, BB-22 (Yak-4) e outros.
  • M-105RA - (1.110 hp) M-105PA com caixa de redução da hélice menor para bombardeiros.

AplicaçõesEditar

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

Notas
  1. Lentokonetehdas, Valtion (1943). Hispano-Suiza 12Y-31, M-103, M-105. Rakenneselostus, Käyttö – Ja Huoltoohjeet ["Valtion Lentokonetehdas" State Aircraft Factory: Hispano-Suiza 12Y-31, M-103, M-105. Use and Maintenance Instructions.] Helsinki: Maintenance and spare technical manual of the Finnish Government. The National Library of Finland 
  2. Gunston 1989, p. 90

Bibliografia

  • Gunston, Bill (1989). World Encyclopedia of Aero Engines. Cambridge, Reino Unido: Patrick Stephens Limited. ISBN 1-85260-163-9 
  • Kotelnikov, Vladimir (2005). Russian Piston Aero Engines. Marlborough, Wiltshire: Crowood Press. ISBN 1-86126-702-9 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Klimov M-105