Kohayagawa-ke no aki

filme de 1961 dirigido por Yasujirō Ozu

Kohayagawa-ke no aki (小早川家の秋 Kohayagawa-ke no aki?, lit. "Outono da família Kohayagawa") (Brasil: Fim de Verão/Portugal: O Outono da Família Kohayakawa)[1][2] é um filme japonês de 1961 dirigido por Yasujirō Ozu para a Toho Films.[3] Foi inscrito no 12º Festival Internacional de Cinema de Berlim.[4] Essa foi a penúltima produção que Ozu fez para a Shochiku Films, sendo seu último filme para essa empresa, Sanma no Aji (1962).

小早川家の秋
Kohayagawa-ke no aki
O Outono da Família Kohayagawa (PRT)
Fim de Verão (BRA)
Kohayagawa-ke no aki
Cena de Kohayagawa-ke no aki com os atores (da esquerda a direita) Michiyo Aratama, Haruko Tōgō, Daisuke Katō e Nakamura Ganjirō
 Japão
1961 •  cor •  103 min 
Direção Yasujiro Ozu
Produção Sanezumi Fujimoto
Masakatsu Kaneko
Tadahiro Teramoto
Roteiro Kogo Noda
Yasujirō Ozu
Elenco Nakamura Ganjirō II
Setsuko Hara
Yoko Tsukasa
Música Toshiro Mayuzumi
Cinematografia Asakazu Nakai
Edição Koichi Iwashita
Distribuição Toho
Lançamento
  • 20 de outubro de 1961 (1961-10-20) (Japão)
Idioma japonês

Sinopse

editar

Manbei Kohayagawa (Nakamura Ganjirō II) é o chefe de uma pequena empresa que produz saquê nos arredores de Kyoto, com a colaboração de suas duas filhas e uma nora viúva. Sua nora, Akiko (Setsuko Hara), e sua filha mais nova, Noriko (Yoko Tsukasa), moram em Osaka. Akiko trabalha em uma galeria de arte e tem um filho, Minoru. Noriko, solteira, trabalha como funcionária de escritório. A outra filha de Manbei, Fumiko (Michiyo Aratama), mora com ele. Seu marido, Hisao, ajuda na empresa de seu pai, e eles têm um filho pequeno, Masao.

Manbei pede a seu cunhado Kitagawa (Daisuke Katō) para encontrar um marido para Akiko, e Kitagawa pede a Akiko que saía com um amigo seu, Isomura Eiichirou (Hisaya Morishige), um viúvo, em um bar. Isomura está entusiasmado com o seu novo encontro, mas Akiko fica relutante. Manbei também pede a Kitagawa que organize uma sessão com uma casamenteira para Noriko, que está apaixonada por Teramoto (Akira Takarada), mas ela não expressa isso porque Teramoto está se mudando para Sapporo para ser professor assistente de uma universidade.

Durante o verão, Manbei saí de casa às escondidas constantemente para encontrar um antigo amor, uma ex-amante chamada Sasaki Tsune (Chieko Naniwa). Sasaki tem uma filha já adulta, e bastante ocidentalizada, Yuriko, que pode ou não ser filha do próprio Manbei. Quando Fumiko descobre que Manbei está saindo com Sasaki novamente, ela fica furiosa e confronta seu pai, mas Manbei nega a todo custo qualaquer paternidade.

Os Kohayagawa se reúnem no túmulo da falecida mãe da família em Arashiyama. Manbei tem umataque cardíaco após brigar com Fumiko por causa de Sasaki, mas acorda revigorado no dia seguinte. Akiko pergunta a Noriko sobre outra recente sessão com a casamenteira e, embora Noriko admita que está se divertindo, ela revela que ainda sente saudades de Teramoto.

Em uma viagem secreta com Sasaki de ida e volta a Osaka, Manbei tem outro ataque cardíaco e morre pouco tempo depois. Sasaki informa as filhas sobre o ocorrido. A empresa de saquê dos Kohayagawa, prestes a falir, funde-se com uma empresa rival, enquanto isso, Noriko decide ir a Sapporo em busca de Teramoto. No final do filme, os membros da família Kohayagawa se juntam mais uma vez e relembram dos momentos que passaram com Manbei, durante a cremação de seu corpo.

Elenco

editar
Ator Papel
Nakamura Ganjiro II Kohayagawa Manbei
Setsuko Hara Akiko, nora viúva de Manbei
Yoko Tsukasa Noriko, a filha mais nova de Manbei
Michiyo Aratama Fumiko, filha mais velha de Manbei
Keiju Kobayashi Hisao, marido de Fumiko
Chieko Naniwa Sasaki Tsune
Reiko Dan Yuriko, filha de Sasaki
Haruko Sugimura Kato Shige, cunhada de Manbei vinda de Nagoya
Hisaya Morishige Isomura Eiichirou, pretendente de Akiko
Daisuke Katō Kitagawa Yanosuke, "o tio de Osaka", cunhado de Manbei
Akira Takarada Teramoto Tadashi
Kyū Sazanka Yamaguchi, secretário-chefe
Yu Fujiki Maruyama Rokutarou, secretário assistente
Haruko Togo Kitagawa Teruko, esposa de Yanosuke
Yumi Shirakawa Nakanishi Takako, amiga de Noriko
Tatsuo Endo Hayashi Seizo
Masahiko Shimazu Masao, filho de Hisao e Fumiko
Chishū Ryū Fazendeiro
Yuko Mochizuki Fazendeira

Produção

editar

A fim de garantir seu contrato com as estrelas Setsuko Hara e Yoko Tsukasa da Toho do seu filme anterior, Akibiyori, Ozu concordou em dirigir Kohayagawa-ke no aki para o estúdio, tornando-o seu único filme para a Toho e o terceiro de outros dois filmes não dirigidos pela Shochiku (os outros foram Ukigusa para a Daiei e Munekata kyōdai para a Shintoho). Como resultado, o filme está repleto de atores da Toho, muitos dos quais aproveitaram a oportunidade para aparecer no único filme de Ozu nessa empresa, que incluí atores como Hisaya Morishige e Akira Takarada em pequenos papéis para colaborarem com o famoso diretor. Ozu adicionou uma cena no final para acomodar a estrela Yuko Mochizuki, que pediu para participar do filme, e também do seu principal colaborador de muitos anos, Chishū Ryū. [5]

Recepção

editar

Dennis Schwartz elogiou Kohayagawa-ke no aki em uma crítica, descrevendo como uma "hábil mistura de comédia e tragédia", que as "travessuras animadas de Manbei dão ao filme um tom maravilhosamente lúdico". [6]

O cineasta Eugène Green, que deu ao filme um de seus dez votos numa pesquisa da Sight & Sound de 2012 sobre os melhores filmes do mundo, escreveu que ele "se destaca como uma meditação sobre a morte, com certas cenas de poder e beleza extraordinários. As cenas entre as duas irmãs são profundamente comoventes." [7] O cineasta Ashim Ahluwalia também mencionou o filme como um dos dez melhores de todos os tempos, escrevendo: "Kohayagawa-ke no aki é um filme comovente e quase perfeito sobre finais, feito um ano antes da morte de Ozu." [8]

Referências

editar
  1. «Fim de Verão - Filme 1961 (BRA)». AdoroCinema. Consultado em 3 de setembro de 2023 
  2. «O Outono da Família Kohayakawa (POR)». CineCartaz.Público. Consultado em 3 de setembro de 2023 
  3. «小早川家の秋». Kinema Junpo. Consultado em 17 de novembro de 2020 
  4. «IMDB.com: Awards for The End of Summer». imdb.com. Consultado em 5 de fevereiro de 2010 
  5. Cohen, Doron. «The End of Summer - On Brightness and Darkness». a2pcinema. Consultado em 22 de abril de 2020. Cópia arquivada em 31 de março de 2016 
  6. Schwartz, Dennis (21 de junho de 2007). «The deft blending of comedy and tragedy.». Consultado em 15 de fevereiro de 2017. Arquivado do original em 30 de abril de 2019 
  7. «Eugène Green». bfi.org.uk. British Film Institute. Consultado em 15 de fevereiro de 2017. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2022 
  8. «Ashim Ahluwalia - BFI». www.bfi.org.uk. Cópia arquivada em 1 de março de 2023 

Ligações externas

editar