Disambig grey.svg Nota: Se procura a ilha grega, veja Cós (Grécia).

Kos é uma unidade de medida utilizada no subcontinente indiano, em uso desde pelo menos desde o ano 4 a.C., para representar a maior distância na qual outro humano pode ser ouvido.

O vocábulo deriva do termo em sânscrito, क्रोश krośa, que significa "chamar".

De acordo com o Artha-śāstra, um kos tem cerca de 3.000 metros ou 1,8 milhas. Outra conversão é baseada no imperador mogol Akbar, que padronizou a unidade para 5000 guz no Ain-i-Akbari. Os britânicos na Índia padronizaram o guz de Akbar para 33 polegadas, tornando o kos de aproximadamente 4.191 metros[1]. Outra conversão sugeriu que um kos fosse de aproximadamente 2 milhas inglesas[2].

UsosEditar

Evidência de uso oficial existe desde o período védico até a era Mughal. Os idosos em muitas áreas rurais do subcontinente indiano ainda se referem a distâncias de áreas próximas em Kos. A maioria dos circuitos religiosos hindus de Parikrama são medidos em kos, como 720 kos parikrama de Kurukshetra . Ao longo das antigas rodovias da Índia , particularmente a Grand Trunk Road , ainda se encontram Kos Minars do Século XVI ao início do Século XVIII, ou marcadores de milhas, erguidos a distâncias de pouco mais de duas milhas[3].

Referências

  1. Yule, Henry; Burnell, A. C. (1903). Crooke, William, ed. Hobson-Jobson : being a glossary of Anglo-India colloquial words and phrases, and of kindred terms, etymological, historical, geographical and discursive. London: John Murray. p. 261 
  2. Prinsep, James (1840). Useful Tables, Forming an Appendix to the Journal of the Asiatic Society. Calcutta: Bishop's College Press. p. 91 
  3. C.D. Verma (10 de julho de 2006). «Signposts lost in history». Tribune India. Consultado em 29 de setembro de 2007