Abrir menu principal

Lúcio Mânlio Patruíno

Lúcio Mânlio Patruíno
Cônsul do Império Romano
Consulado 76

Lúcio Mânlio Patruíno (em latim: Lucius Manlius Patruinus) foi um senador nomeado cônsul sufecto para o nundínio de setembro a dezembro de 74 com Caio Pompônio.[1][2] e talvez Cneu Domício Tulo.[a] Oriundo da cidade de Ticino. Quiçá é o homônimo agredido pelos habitantes da cidade de Sena Júlia instigados pelos magistrados locais e que reclamou depois no Senado.[3]

Ver tambémEditar

NotasEditar

[a] ^ Uma vez que o ano exato do consulado de Cneu Domício Tulo não sobreviveu, essa parte de sua carreira esteve sujeita a reconstrução moderna. Na visão de Paul Gallivan, foi cônsul em algum momento entre 76-79,[4] enquanto para John D. Grainger foi em 74[5]

Referências

BibliografiaEditar

  • Grainger, John D. (2004). «Nerva and the Roman Succession Crisis of AD 96–99». Londres: Routledge 
  • König, Ingemar (1997). Der Römische Staat. II. Estugarda: Reclam, Philipp