Lúcio Pláucio Venão (cônsul em 318 a.C.)

político
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com seu pai, Lúcio Pláucio Venão, cônsul em 330 a.C..

Lúcio Pláucio Venão ou Lúcio Pláucio Venox (em latim: Lucius Plautius Venno) foi um político da gente Pláucia da República Romana, eleito cônsul em 318 a.C. com Marco Fólio Flacinador. Era filho de Lúcio Pláucio Venão, cônsul em 330 a.C..

Lúcio Pláucio Venão
Cônsul da República Romana
Consulado 318 a.C.

Consulado (318 a.C.)Editar

Depois de ter sido pretor em 322 a.C.[1], Lúcio Pláucio foi eleito cônsul em 318 a.C. com Marco Fólio Flacinador[2]. Neste ano, os cônsules conseguiram a rendição de Teano e Canúsio, na Apúlia, depois de devastarem seus territórios[2].

Ver tambémEditar

Cônsul da República Romana
 
Precedido por:
'Lúcio Papírio Cursor III

com Quinto Áulio Cerretano II

Lúcio Pláucio Venão
318 a.C.

com Marco Fólio Flacinador

Sucedido por:
'Quinto Emílio Bárbula

com Caio Júnio Bubulco Bruto


Referências

  1. Der Neue Pauly, Stuttgardiae 1999, T. 9, c. 1115
  2. a b Lívio, Ab Urbe condita IX, 20.

BibliografiaEditar

  • T. Robert S., Broughton (1951). The Magistrates of the Roman Republic. Volume I, 509 B.C. - 100 B.C. (em inglês). I, número XV. Nova Iorque: The American Philological Association. 578 páginas