La Covatilla

estação de esqui Sierra de Béjar em Espanha
La Covatilla
Apresentação
Tipo
Website
Localização
Localização
Altitude
2 368 m
Cordilheira
Coordenadas
Mapa

A estação de esqui Sierra de Béjar - La Covatilla está localizada no Sistema Central da província de Salamanca, comunidade autônoma de Castela e Leão, Espanha.

Descrição editar

O Centro de Turismo "Serra de Béjar" foi inaugurado em 2001. Inicialmente tinha 3 pistas de esqui. A sua construção foi precedida por uma intensa polêmica entre os órgãos ambientais[1] e os promotores do projeto. De facto, o financiamento previsto pela União Europeia para a sua construção foi cancelado devido à sua falta de adaptação aos princípios ambientais comunitários, visto que afectava zonas de elevado valor ambiental na Serra de Candelário,[2] protegidas por diferentes valores: ZEPA ( Zona de Proteção Especial para Aves ), LIC ( Local de Interesse da Comunidade Candelario ) e Reserva da Biosfera ( 2006 ). A construção da estação de esqui e dos seus acessos foi financiada principalmente pela Câmara Provincial de Salamanca e pela Câmara Municipal de Béjar. A exploração actual está a cargo da Câmara Municipal de Béjar, que assumiu a concessão depois de esta ter estado nas mãos da empresa Gecobesa até 2014. Torna-se assim a terceira câmara municipal espanhola a manter e possuir uma estação de esqui depois das de Tavascán (Tavascán, Lleida) e La Pinilla (Cerezo de Arriba, Segóvia).

Situa-se na Serra de Béjar, no município de La Hoya, província de Salamanca. Atualmente tem 24 pistas e pouco mais de 20 quilômetros esquiáveis, entre uma altura mínima de 2.000m e máxima de 2.360m.

Orientado para o nordeste, o sol não afeta a qualidade da neve. A queda de neve ocorre como consequência da entrada de massas de nuvens do Atlântico. Os problemas que enfrenta incluem formação de gelo, nevascas e nevoeiros persistentes. Em 2005, o número de dias esquiáveis era 109.

Uma das principais atracções desta estação são as suas vistas, visto que de muitas das encostas avista-se a cidade de Béjar, a Serra de Gredos e muitas mais serras e aldeias.

Em 2015, a estação de esqui La Covatilla obteve um lucro de quase meio milhão de euros, sendo este o seu maior rendimento desde a inauguração.

Serviços editar

Os habituais neste tipo de instalações: refeitório, restaurante, esplanada, sanitários, aluguer de equipamentos, posto de primeiros socorros, loja de acessórios, canhões de neve e escola de esqui.

 
Panorâmica do ponto de vista.

Ciclismo editar

Esta estação de esqui também é conhecida por ter sido o fim da etapa em várias ocasiões da Vuelta a España. A subida que se inicia em Béjar, tem 18 km a uma inclinação média de 5,7%, com troços de até 16,4%.

Edição Vencedor
2002   Santiago Blanco
2004   Felix Rafael Cardenas
2006   Danilo di Luca
2011   Daniel Martin
2018   Benjamin King

Ver também editar

Referências

Ligações externas editar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre La Covatilla
  Este artigo sobre Geografia da Espanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.