Volta a Espanha de 2011

carreira ciclista em Espanha
Volta a Espanha de 2011 Cycling (road) pictogram.svg
Vuelta a España 2011 - 01.jpg
Detalhes
Corrida66. Volta a Espanha
Válida paraUCI WorldTour de 2011
Etapas21
Data20 agosto – 11 setembro 2011
Distância3 269,6 km
PaísESP Espanha
PartidaBenidorm
ChegadaMadrid
Nº de equipes18
Ciclistas que iniciaram198
Ciclistas que finalizaram167
Classificação final
VencedorGBR Chris Froome[1] (Sky)
SegundoGBR Bradley Wiggins (Sky)
TerceiroNED Bauke Mollema (Rabobank)
Prêmio por pontosNED Bauke Mollema (Rabobank)
Prêmio de montanhaFRA David Moncoutié (Cofidis, le Crédit en Ligne)
ESP Juan José Cobo (Geox-TMC)
EquipesESP Geox-TMC
Vuelta-a-Espana-2011.png
◀ 20102012 ▶
Documentação Wikidata-logo S.svg

A 66ª edição da Vuelta foi realizada entre os dias 20 de agosto a 11 de setembro de 2011. A prova teve início em Benidorm e a etapa final aconteceu no município de Madrid.[2] Foi a primeira vez em 33 anos que a Vuelta visitou o País Basco, ausência motivada pelo receio de protestos políticos.[3]

Esta Vuelta viu a introdução de um prémio de combatividade, à semelhança do Tour de França. O ciclista mais combativo de cada etapa recebeia um número vermelho nas costas que ele usaria na etapa seguinte.

A vitória à geral foi originalmente atribuída a Juan José Cobo, que tinha uma margem de apenas 13 segundos sobre o britânico Chris Froome.[4] Nenhum dos ciclistas fora marcado como favorito antes da corrida, e ambos haviam sido escalados como ao Vuelta como gregários dos respectivos líderes das suas equipas: Cobo para Denis Menchov e Froome para Bradley Wiggins; seus líderes de equipa terminaram em 5º e 3º, respectivamente. Cobo também ganhou a Classificação Combinada. A classificação da Montanha foi vencida pela quarta vez consecutiva pelo francês David Moncoutié.[5] A classificação por pontos foi conquistada pelo holandês Bauke Mollema, que terminou em 4º no geral.

A 13 de junho de 2019, o órgão dirigente do ciclismo, a União Ciclista Internacional (UCI), anunciou que Cobo havia sido considerado culpado de uma violação antidopagem, de acordo com provas encontradas no seu passaporte biológico. Como resultado, a UCI penalizou-o com um período de inelegibilidade de três anos. Cobo foi oficialmente despojado do título a 18 de junho de 2019. [6] A 17 de julho de 2019, quando o tempo Cobo recorrer expirou, sem requerimento, a UCI reconheceu Chris Froome como o vencedor de 2011, tornando-o retroativamente o primeiro britânico a vencer uma Grande Volta. [7]

EquipesEditar

Participaram da competição 22 equipes profissionais de ciclismo.[8]

ProTeams Professional Continental Teams

EtapasEditar

[9]

Etapas Data Percurso km Vencedor Líder Geral
1 20 agosto BenidormBenidorm   13.5 (CR equipes)   Leopard-Trek   Jakob Fuglsang
2 21 agosto La NucíaPlayas de Orihuela   175,5   Christopher Sutton   Daniele Bennati
3 22 agosto PetrerTotana   163   Pablo Lastras   Pablo Lastras
4 23 agosto BazaSierra Nevada   170,2   Daniel Moreno   Sylvain Chavanel
5 24 agosto Sierra NevadaValdepeñas de Jaén   187   Joaquim Rodríguez   Sylvain Chavanel
6 25 agosto ÚbedaCórdoba   193,4   Peter Sagan   Sylvain Chavanel
7 26 agosto AlmadénTalavera de la Reina   185   Marcel Kittel   Sylvain Chavanel
8 27 agosto Talavera de la ReinaSan Lorenzo de El Escorial   182   Joaquim Rodríguez   Joaquim Rodríguez
9 28 agosto VillacastínSierra de Bejar   183   Daniel Martin   Bauke Mollema
10 29 agosto SalamancaSalamanca   40 (CR individual)   Tony Martin   Chris Froome
30 agosto Descanso
11 31 agosto VerínEstación de Montaña Manzaneda   171   David Moncoutié   Bradley Wiggins
12 1 setembro PonteareasPontevedra   160   Peter Sagan   Bradley Wiggins
13 2 setembro SarriaPonferrada   150   Michael Albasini   Bradley Wiggins
14 3 setembro AstorgaLa Farrapona   173,2   Rein Taaramäe   Bradley Wiggins
15 4 setembro AvilésAlto de El Angliru   144   Juan José Cobo
  Wout Poels
  Juan José Cobo
5 setembro Descanso
16 6 setembro Villa Romana La OlmedaHaro   180   Juan José Haedo   Juan José Cobo
17 7 setembro Faustino VPeña Cabarga   212,5   Chris Froome   Juan José Cobo
18 8 setembro SolaresNoja   169,7   Francesco Gavazzi   Juan José Cobo
19 9 setembro NojaBilbao   157,9   Igor Antón   Juan José Cobo
20 10 setembro BilbaoVitoria-Gasteiz   187   Daniele Bennati   Juan José Cobo
21 11 setembro Circuito Permanente Del JaramaMadrid   94   Peter Sagan   Juan José Cobo

CR = Contra-relógio

Evolução das CamisolasEditar

Etapa Vencedor Classificação Geral
 
Classificação dos Pontos
 
Classificação da Montanha
 
Classificação Combinada
 
Classificação por Equipas Prémio da Combatividade
1   Leopard-Trek   Jakob Fuglsang sem premiação sem premiação sem premiação   Leopard-Trek   Fabian Cancellara
2   Christopher Sutton   Daniele Bennati   Christopher Sutton   Paul Martens   Jesús Rosendo   Adam Hansen
3   Pablo Lastras   Pablo Lastras   Pablo Lastras   Pablo Lastras   Pablo Lastras   Movistar Team   Sylvain Chavanel
4   Daniel Moreno   Sylvain Chavanel   Daniel Moreno   Daniel Moreno   Team RadioShack   Thomas Rohregger
5   Joaquim Rodríguez   Daniel Moreno   Michael Albasini
6   Peter Sagan   Joaquim Rodríguez   Martin Kohler
7   Marcel Kittel   Peter Sagan   Luis Ángel Maté
8   Joaquim Rodríguez   Joaquim Rodríguez   Joaquim Rodríguez   Adrián Palomares
9   Daniel Martin   Bauke Mollema   Daniel Martin   Bauke Mollema   Geox-TMC   Sebastian Lang
10   Tony Martin   Chris Froome   Leopard-Trek   Tony Martin
11   David Moncoutié   Bradley Wiggins   Matteo Montaguti   Team RadioShack   Adrián Palomares
12   Peter Sagan   Adam Hansen
13   Michael Albasini   David Moncoutié   Daniel Moreno   Amets Txurruka
14   Rein Taaramäe   Bauke Mollema   Geox-TMC   David de la Fuente
15   Juan José Cobo   Juan José Cobo   Juan José Cobo   Simon Geschke
16   Juan José Haedo   Jesús Rosendo
17   Chris Froome   Bauke Mollema   Johannes Fröhlinger
18   Francesco Gavazzi   Joaquim Rodríguez   Sérgio Paulinho
19   Igor Antón   Igor Antón
20   Daniele Bennati   Carlos Barredo
21   Peter Sagan   Bauke Mollema
Final   Juan José Cobo
Chris Froome
  Bauke Mollema   David Moncoutié   Juan José Cobo
Chris Froome
  Geox-TMC   Adrián Palomares
  • Juan José Cobo vestiu a camisa amarela da 15ª etapa ao final, mas perdeu sua vitória ao ser declarado culpado por doping. Durante estas etapas Chris Froome foi o 2º na classificação geral.

Referências

  1. (es) Juanjo Cobo desposeído de la Vuelta de 2011 por dopaje, Chris Froome nuevo ganador, marca.com. Retrieved 13 junho 2019.
  2. Cycling Weekly (12 de janeiro de 2011). «Climbers set to dominate in 2011 Vuelta» (em inglês). Consultado em 24 de julho de 2011 
  3. «Vuelta heads to Basque Country after 33-year absence». Cyclingnews.com. Consultado em 9 de setembro de 2011 
  4. «Cobo celebrates his Vuelta win in Madrid». Cycling News. 12 de setembro de 2011. Consultado em 12 de setembro de 2011 
  5. «Moncoutié seals fourth Vuelta mountains title». Cycling News. 11 de setembro de 2011. Consultado em 12 de setembro de 2011 
  6. «Juan José Cobo has been stripped of his 2011 Vuelta a España title after being found guilty of doping». cyclingnews.com. 18 de junho de 2019. Consultado em 18 de junho de 2019 
  7. «Chris Froome named winner of 2011 Vuelta a Espana». Cycling News. 18 de julho de 2019. Consultado em 13 de setembro de 2019 
  8. La Vuelta (18 de agosto de 2011). «Lista de corredores participantes en la Vuelta a España» (em espanhol). Consultado em 20 de agosto de 2011. Arquivado do original em 16 de julho de 2012 
  9. Alasdair Fotheringham (12 de janeiro de 2011). «Climbers set to dominate in 2011 Vuelta» (em inglês). Cycling Weekly. Consultado em 20 de agosto de 2011 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Volta a Espanha de 2011
  Este artigo sobre ciclismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.