La Leche League

La Leche League (LLL) (em português: "Liga do leite"; La Leche em espanhol traduz-se como "o leite" e League em inglês traduz-se como "liga") é uma organização não governamental internacional sem fins lucrativos que distribui informações e promove o aleitamento materno através do apoio mútuo entre as mães. Foi fundada em 1956 em Franklin Park, no estado de Illinois (nos Estados Unidos) como "La Leche League" e hoje está presente em 68 países, com o nome de La Leche League International (LLLI).

Bebê sendo amamentado

HistóriaEditar

As fundadoras da La Leche League foram sete mães do estado de Illinois que haviam amamentado seus filhos. Estas mulheres foram motivadas a ajudar outras mães que, por uma variedade de razões (muitas vezes devido à falta de informação ou pressão social), tinham dificuldades ou sérias dúvidas sobre como amamentar seus bebês.

A primeira reunião oficial da La Leche League foi em outubro de 1956, e seu primeiro grupo fora dos Estados Unidos apareceu em 1960 no Canadá. Em 1964, a La Leche League tornou-se La Leche League International, Inc., com grupos no Canadá, México e Nova Zelândia.

Curiosamente a organização chama-se La Leche League em inglês, porque na época de sua fundação (durante a década de 1950) os jornais rejeitavam as notícias sobre reuniões onde aparecia a palavra breastfeeding (aleitamento materno), já que nos Estados Unidos a palavra breast (mama) era considerada pouco apropriada para sua publicação em revistas de família ou revistas gerais. O nome "La Leche League" é inspirado em uma capela católica localizada no estado da Flórida que tem o nome de "Nossa Senhora do Leite e do Bom Parto".

Filosofia e missão da organizaçãoEditar

A filosofia básica da La Leche League pode ser resumida nos dez pontos seguintes:

  • A boa maternidade através do aleitamento materno é a forma mais natural e eficaz para entender e atender as necessidades do filho.
  • Mãe e filho precisam estar juntos imediatamente, precocemente e frequentemente para estabelecerem uma relação satisfatória juntos e uma produção adequada de leite.
  • Em seus primeiros anos, a criança tem uma necessidade intensa de estar com sua mãe que é básica, bem como a sua necessidade de ser alimentada.
  • O leite materno é por excelência o melhor alimento para a criança.
  • Para uma criança recém-nascida saudável, o leite materno é o único alimento necessário até que ele mostre sinais de que precisa de alimentos sólidos, que acontece aproximadamente à metade do primeiro ano de vida.
  • Idealmente a relação de amamentar continuará até que a criança supere a necessidade de tal relação.
  • A participação alerta e ativa da mãe no parto é um bom começo para o aleitamento materno.
  • O amor, o apoio e o acompanhamento dos pais são muito importantes para o aleitamento materno e fortalecem a união do casal. O relacionamento especial de um pai com seu filho é um fator importante no desenvolvimento da criança desde a primeira infância.
  • Uma boa nutrição significa ter uma dieta equilibrada e variada de alimentos o mais próximo possível ao seu estado natural.
  • Desde a infância, as crianças precisam ser canalizadas com amor, que reflete-se aceitando suas capacidades e ser sensível aos seus sentimentos.

Ligações externasEditar

  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.