Abrir menu principal

La Stampa

jornal italiano de Turim
La Stampa
Periodicidade Diário
Fundação 09 de fevereiro de 1867 (152 anos) (com o nome de Gazzetta Piemontese)
Diretor Alfredo Frassati


La Stampa (em português "A Prensa") é um jornal diário italiano, com sede em Turim. É um dos jornais de referência em Itália com uma tiragem de 478.000 exemplares (julho de 2008).[1]

O jornal foi fundado (como Gazzetta Piemontese) em 1867 pelo filologista e político Ruggero Bonghi.

História e perfilEditar

O jornal foi fundado por Vittorio Bersezio, jornalista e romancista, em fevereiro de 1867.[2][3] com o nome Gazzetta Piemontese.[4] Em 1895, o jornal foi comprado e editado por Alfredo Frassati, pai de Pier Giorgio Frassati, que lhe deu seu nome atual e uma perspectiva nacional. Por criticar o assassinato em 1924 do socialista Giacomo Matteotti, ele foi forçado a renunciar e vender o jornal a Giovanni Agnelli. O financista Riccardo Gualino também aceitou uma parte.[5] O papel agora pertence a GEDI Gruppo Editoriale. Tem uma postura centrista. Os antigos colaboradores de La Stampa incluem o romancista italiano Alberto Moravia.[6]

La Stampa, baseado em Turin,[7] foi publicado em formato standard até novembro de 2006, quando o jornal começou a ser publicado no formato Berlinense.[8][9][10] Lançou um site em 1999. O La Stampa também lançou um projeto, chamado Vatican Insider, dirigido pelo jornal diário e tem entre seus funcionários vários analistas de assuntos do Vaticano.[11]

Desde 26 de maio de 2006, publicou uma revista mensal: Specchio+. De 26 de janeiro de 1996 a 7 de abril de 2006, foi chamado de Specchio, que foi publicado como suplemento semanal, uma revista de interesse geral.[12]

Em setembro de 2012, o La Stampa mudou-se para sua nova sede em Turim, deixando seu prédio editorial histórico. Mario Calabresi é o editor-chefe do jornal.[13][14][15]

Em 9 de abril de 2013, um dispositivo explosivo foi enviado por um grupo anarquista, pela Federazione Anarchica Informale/Fronte Rivoluzionario, para os escritórios do La Stampa.[16] Entretanto, o dispositivo não detonou.

Referências

  1. «eurotopics - Media Index». www.eurotopics.net. Consultado em 28 de abril de 2009. Arquivado do original em 13 de novembro de 2008 
  2. «Cópia arquivada» (PDF). Consultado em 14 de abril de 2019. Arquivado do original (PDF) em 13 de dezembro de 2013 
  3. [1]
  4. [2]
  5. [3]
  6. [4]
  7. [5]
  8. [6]
  9. [7]
  10. [8]
  11. [9]
  12. [10]
  13. [11]
  14. [12]
  15. [13]
  16. [14]

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.