Laurie Hernandez

ginasta artística norte-americana

Lauren Zoe "Laurie" Hernandez (Old Bridge, 9 de junho de 2000) é uma ginasta estadunidense que compete em provas de ginástica artística.

Laurie Hernandez
Hernandez em 2017
Informações pessoais
Nome completo Lauren Zoe Hernandez
Modalidade Ginástica artística feminina
Especialidade Individual geral
Representante Estados Unidos
Nascimento 9 de junho de 2000 (21 anos)
Old Bridge, Nova Jérsei
Nacionalidade norte-americana
Compleição Altura: 1,57 m
Nível Sênior
Treinador Jenny Liang (2018–)
Clube Gym-Max Gymnastics
Período em atividade 2012 – atualidade
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Rio 2016 Equipes
Prata Rio 2016 Trave

Representou os Estados Unidos nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, conquistando a medalha de ouro por equipes e a prata na trave de equilíbrio.[1]

CarreiraEditar

JúniorEditar

Hernandez começou sua carreira na ginástica artística em 2012, onde competiu no U.S. Classic aos 12 anos de idade. No ano seguinte ela já figurava em segundo lugar no individual geral do WOGA Classic, e no American Classic ficou em primeiro no solo, segundo no individual geral e em terceiro nos aparelhos da trave e salto.[2]

Em setembro de 2013 ela foi selecionada para representar os Estados Unidos em sua primeira competição internacional, em Yokohama, no Japão, marcando 56,750 pontos que lhe garantiram a medalha de bronze no individual geral.[2] Também alcançou a terceira posição no salto, a quarta no solo e a sexta na trave. No início de 2014, Hernandez fraturou o pulso ao escorregar da trave em uma sessão de treinamento.[3] Ela voltou às competições logo após a lesão, mas sofreu um rompimento do tendão patelar e uma luxação da rótula, resultando em seis meses fora da ginástica.[4]

Já recuperada das lesões, em 2015 ela foi nomeada para representar a equipe nacional no Troféu Cidade de Jesolo, na Itália, onde ela conquistou o título individual geral júnior com uma pontuação de 57,650.[5] No U.S. Classic, em julho do mesmo ano, conquistou novamente o título individual geral júnior com 58,450 pontos, bem como no salto (14,900) e barras assimétricas (15,000).[6] Fechando a temporada, foi selecionada para competir no International Junior Japan Meet, em Yokohama, onde ganhou o individual geral, solo e salto e as medalhas de prata na trave e barras assimétricas.[7]

SêniorEditar

Hernandez fez sua estreia na categoria sênior em 2016. Em março, ela competiu no Troféu Cidade de Jesolo, ganhando a medalha de bronze no individual geral com uma pontuação de 58,550, atrás de suas compatriotas Ragan Smith e Gabby Douglas.[8] Também ganhou uma medalha de prata no salto e uma medalha de ouro na trave, à frente de Smith e de Aly Raisman. Nas seletivas olímpicas (Olympic Trials) no início de julho, Hernandez ficou em segundo lugar no geral, atrás de Simone Biles, sendo convocada para a equipe olímpica ao lado de Biles, Douglas, Raisman e Madison Kocian nos Jogos do Rio de Janeiro.[9]

Jogos Olímpicos de 2016Editar

 
Hernandez com a medalha de ouro por equipes na Rio 2016.

Em 7 de agosto, competiu nas qualificatórias femininas nos Jogos Olímpicos de 2016, onde as oito melhores equipes avançaram para as finais por equipes.[10] Hernandez pontuou 15,200 no salto, 15,366 na trave e 14,800 no solo, onde se classificou para as finais da trave em segundo lugar.[11] Obteve a quarta pontuação mais alta no solo, mas não avançou para a final devido à regra que permite apenas duas ginastas por país, sendo que suas companheiras Simone Biles e Aly Raisman obtiveram pontuações mais altas. A equipe dos Estados Unidos terminou em primeiro lugar nas qualificações por equipe, garantindo uma vaga nas finais com uma pontuação de 185,238.[10]

Em 9 de agosto, Hernandez e o restante da equipe estadunidense conquistaram o ouro na competição por equipes, no que foram denominadas de as Final Five. Elas venceram todos os aparelhos, marcando um total de 184,897, mais de oito pontos a frente de Rússia (176,688) e China (176,003).[12] Hernandez contribuiu para a pontuação total com 15,100 no salto, 15,233 na trave e 14,833 no exercício de solo.[12]

Nas finais por aparelhos, Hernandez ganhou a medalha de prata na trave de equilíbrio com uma pontuação de 15,333, ficando à frente da companheira de equipe Simone Biles e atrás da neerlandesa Sanne Wevers, que ganhou o ouro com uma pontuação de 15,466.[13]

HiatoEditar

Após as Olimpíadas, Hernandez apareceu no programa de televisão Dancing with the Stars onde ganhou a temporada 23 ao lado do parceiro Val Chmerkovskiy.[14] Continuou aparecendo na televisão e na mídia ao longo dos anos seguintes, como apresentadora de programa e dubladora, bem como celebridade convidada. Só voltou aos treinamentos de ginástica em outubro de 2018,[15] após dois anos longe das competições.[16]

Referências

  1. «LAURIE HERNANDEZ, 2016 OLYMPIC GYMNASTICS CHAMP, DISCUSSES HER COMEBACK AND RETURN TO COMPETITION» (em inglês). Team USA. 10 de agosto de 2019. Consultado em 19 de fevereiro de 2021 
  2. a b «Athletes – Laurie Hernandez» (em inglês). USA Gymnastics. Consultado em 19 de fevereiro de 2021 
  3. «Laurie Hernandez Out with an Injury» (em inglês). Beam Dreams. 31 de janeiro de 2014. Consultado em 19 de fevereiro de 2021 
  4. «Final national team camp for 2014 wraps up today» (em inglês). USA Gymnastics. 25 de novembro de 2014. Consultado em 19 de fevereiro de 2021 
  5. «2015 City of Jesolo Trophy Final Results» (em inglês). The Gymternet. 28 de março de 2015. Consultado em 19 de fevereiro de 2021 
  6. «2015 Secret U.S. Classic Meet Results» (PDF) (em inglês). USA Gymnastics. 25 de julho de 2015. Consultado em 19 de fevereiro de 2021 
  7. «Hernandez adds four medals at International Junior Japan Meet» (em inglês). USA Gymnastics. 23 de setembro de 2015. Consultado em 19 de fevereiro de 2021 
  8. «USA sweeps team, all-around titles at 2016 Jesolo Trophy» (em inglês). USA Gymnastics. 19 de março de 2016. Consultado em 22 de fevereiro de 2021 
  9. «SIMONE BILES, GABBY DOUGLAS, ALY RAISMAN LEAD OLYMPIC WOMEN'S GYMNASTICS TEAM» (em inglês). Team USA. 10 de julho de 2016. Consultado em 22 de fevereiro de 2021 
  10. a b «U.S. women storm to nearly 10 point lead in Rio qualifying» (em inglês). USA Gymnastics. 7 de agosto de 2016. Consultado em 19 de fevereiro de 2021 
  11. «USA advances to women's gymnastics team final at 2016 Olympic Games» (em inglês). USA Gymnastics. 7 de agosto de 2016. Consultado em 19 de fevereiro de 2021 
  12. a b «USA advances to women's gymnastics team final at 2016 Olympic Games» (em inglês). USA Gymnastics. 7 de agosto de 2016. Consultado em 19 de fevereiro de 2021 
  13. «Hernandez, Biles grab beam silver and bronze» (em inglês). USA Gymnastics. 15 de agosto de 2016. Consultado em 19 de fevereiro de 2021 
  14. «Laurie Hernandez wins Dancing with the Stars, youngest champion ever» (em inglês). Sports Illustrated. 22 de novembro de 2016. Consultado em 19 de fevereiro de 2021 
  15. «Laurie Hernandez: My focus is next year» (em inglês). NBC Sports. 19 de julho de 2019. Consultado em 19 de fevereiro de 2021 
  16. «Laurie Hernandez hopeful to return to gymnastics national team camp» (em inglês). NBC Sports. 11 de agosto de 2019. Consultado em 19 de fevereiro de 2021 

Ligações externasEditar