Lorenzo Caleppi

Lorenzo Caleppi
Cardeal da Igreja Católica
Núncio apostólico em Portugal
Atividade eclesiástica
Diocese Diocese de Roma
Nomeação 23 de dezembro de 1801
Predecessor Bartolomeo Pacca
Sucessor Giovan Francesco Compagnoni Marefoschi
Mandato 1801 - 1816
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 1 de maio de 1772
por Dom Giuseppe Garampi
Nomeação episcopal 23 de fevereiro de 1801
Ordenação episcopal 15 de novembro de 1801
por Dom Henrique Benedito Stuart
Nomeado arcebispo 23 de fevereiro de 1801
Cardinalato
Criação 8 de março de 1816
por Papa Pio VII
Dados pessoais
Nascimento Cervia
29 de abril de 1741
Morte Rio de Janeiro
10 de janeiro de 1817 (75 anos)
Progenitores Pai: Nicola Caleppi
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Lorenzo Caleppi (Cervia, Ravena, 29 de Abril de 1741Rio de Janeiro, 10 de Janeiro de 1817) foi um presbítero e diplomata da Santa Sé, arcebispo de Nisibi e cardeal. Foi núncio apostólico em Portugal durante a Guerra Peninsular, tendo partido clandestinamente para o Rio de Janeiro, onde se juntou à corte portuguesa ali refugiada. Era filho do conde Nicola Caleppi e foi ordenado em 1772, tendo rapidamente escalado a hierarquia do Vaticano, assumindo-se como um dos seus mais promissores diplomatas. Em 22 de Fevereiro de 1797 assinou o Tratado de Tolentino, com que a Igreja Católica capitulou perante o Diretório Francês e Napoleão.[1]

Não conseguiu passar a multidão do cais para embarcar com a família real para o Brasil em 1807, só conseguiu tal feito em Setembro de 1808 quase um ano depois da partida da família real. [2]

Notas

  1. «Em busca de Lecor». Lecor.blogspot.pt 
  2. GOMES, Laurentino (2014). 1808. RJ: Globo Livros. pp. 65–66 
  Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.