Luís Carneiro de Sousa

Luís Carneiro de Sousa, primeiro conde da Ilha do Príncipe, (c. 1610 — ca. 1653) foi um nobre português que participou ativamente na Restauração da Independência Portuguesa em 1640.

VidaEditar

Foi donatário da Capitania de Itanhaém[1][2] por dote de sua esposa, Dona Mariana de Faro e Sousa, filha de D. Sancho de Faro, Senhor de Alcoentre e Tagarro, e de D. Isabela de Luna.[1][2] Enquanto o sogro permaneceu fiel a D. Filipe III de Portugal e IV de Espanha, vindo a morrer na Flandres ao serviço do mesmo rei em 1645, D. Luís Carneiro de Sousa lutou ao lado de El-Rei D. João IV, o restaurador, e obteve deste a confirmação de que a Capitania de São Vicente integrava o dote da esposa, ca. de 1649.

Referências

  1. a b Revista. 20 e 21. São Paulo: Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo. 1915. pp. 519, 522 (20) e 174 (21) 
  2. a b Porchat, Edith (1993). Informações históricas sobre São Paulo no século de sua fundação. São Paulo: Editora Iluminuras Ltda. p. 135 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.