Luhli (Rio de Janeiro, 19 de junho de 1945 - Nova Friburgo, 26 de setembro de 2018) foi uma cantora, compositora e multinstrumentista brasileira. Foi conhecida por ter apresentado Ney Matogrosso aos Secos e Molhados, possibilitando, assim, a formação clássica do grupo.[1] Com João Ricardo, foi a co-autora de sucessos como "O Vira" e "Fala".

Luhli
Informação geral
Nome completo Heloisa Orosco Borges da Fonseca
Local de nascimento Rio de Janeiro, RJ
País  Brasil
Local de morte Nova Friburgo, Rio de Janeiro
Ocupação(ões) Compositora, cantora, violonista e percussionista
Afiliação(ões) Luli e Lucina, Ney Matogrosso, Tetê Espíndola, Alzira E.

Fez parte da dupla Luli e Lucina, entre 1972 e 1996. Na década de 1970 a dupla foi pioneira da música independente, tendo realizado discos e turnês sem nenhum apoio de gravadoras.[2]

DiscografiaEditar

Luli e LucinaEditar

  • Flor Lilás (Luli, Lucinha e o Bando) - compacto duplo (1972)
  • Luli & Lucinha (1978)
  • Amor de Mulher / Yorimatã (1982)
  • Êta Nóis (Luli & Lucina, Joésia Ramos, Jean e Paulo Garfunkel, Flor do Campo, Marta Strauch, Bené Fonteles) (1984)
  • Timbres e Temperos (1984)
  • Porque Sim, Porque Não (1991)
  • Elis & Elas (1995)
  • 25 Anos (1996)

Carreira SoloEditar

  • Luli (1965)
  • Todo Céu Para Voar (com Betti Albano) (2002)
  • Luhli (2006)
  • Danças da Terra e do Mar(2013)
  • Música Nova (2014)

Notas e Referências

  1. Silva, Vinícius R. B.. "O doce & o amargo do Secos & Molhados: poesia, estética e política na música popular brasileira". Dissertação (Mestrado em Letras) Niterói: Universidade Federal Fluminense, 2007. Disponível em http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/cp103551.pdf - Página 247.
  2. «Cantora e multi-instrumentista Luhli morre aos 73 anos». Folha de S.Paulo. 26 de setembro de 2018 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma cantora é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.