Luigi Oreglia di Santo Stefano

Luigi Oreglia di Santo Stefano
Cardeal da Igreja Católica
Decano do Colégio dos Cardeais
Camerlengo da Câmara Apostólica
Prefeito da Sagrada Congregação Cerimonial
Atividade eclesiástica
Diocese Diocese de Roma
Nomeação 1897
Predecessor Dom Raffaele Cardeal Monaco La Valletta
Sucessor Dom Serafino Cardeal Vannutelli
Mandato 1897 - 1913
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 22 de fevereiro de 1851[1][2]
Nomeação episcopal 4 de maio de 1866
Ordenação episcopal 13 de maio de 1866
Arquibasílica de São João de Latrão
por Dom Lodovico Cardeal Altieri
Nomeado arcebispo 4 de maio de 1866
Cardinalato
Criação 22 de dezembro de 1873
por Papa Pio IX
Ordem Cardeal-presbítero (1874-1884)
Cardeal-bispo (1884-1913)
Título Santa Anastácia (1874-1884)
Palestrina (1884-1889)
Porto-Santa Rufina (1889-1896)
Óstia-Velletri(1896-1913)
Brasão
CardinalCoA PioM.svg
Dados pessoais
Nascimento Sardenha Bene Vagienna
9 de julho de 1828
Morte Roma
7 de dezembro de 1913 (85 anos)
Nacionalidade Italiano
Progenitores Mãe: Teresa Gotti di Selerano
Pai: Carlo Giuseppe Luigi Oreglia
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Luigi Oreglia di Santo Stefano (9 de julho de 18287 de dezembro de 1913[1]) foi um cardeal italiano, Camerlengo da Câmara Apostólica e Decano do Colégio dos Cardeais.

BiografiaEditar

Era filho de Carlo Giuseppe Luigi Oreglia, segundo barão de Santo Stefano, e Teresa Gotti di Selerano. Dois de seus irmãos, Giuseppe e Federico, entraram na Companhia de Jesus. São João Bosco era amigo de sua família e visitou a sua casa com frequência.[1] Estudou no seminário de Turim e graduou-se na Academia de Nobres Eclesiásticos.[1]

Vida religiosaEditar

Ordenado padre em 1851. Nomeado prelado doméstico de Sua Santidade e Cânon da Basílica de São João de Latrão, em Roma. Trabalhou na Sagrada Congregação do Conselho Tridentino, entre 1857 e 1858. Foi referendário do Supremo Tribunal da Assinatura Apostólica, em 15 de abril de 1858. Anexado à Secretaria de Estado até 1863. Foi nomeado internúncio nos Países Baixos, de 16 de março de 1863 a 1866..[1]

Eleito arcebispo-titular de Tamiathis em 4 de maio de 1866, sendo consagrado em 13 de maio, pelo Cardeal Ludovico Altieri.[1] No dia 15 de maio, foi nomeado núncio apostólico na Bélgica, onde ficou até 1868, quando foi transferido para Portugal, onde permaneceu até 1873.[1]

Criado cardeal no consistório de 22 de dezembro de 1873, recebendo o título de Santa Anastácia em 16 de janeiro de 1874 e o barrete cardinalício em 15 de março.[1]

Nomeado Prefeito da Sagrada Congregação de Indulgências e Sagradas Relíquias em 23 de dezembro de 1876. Passa para a ordem de cardeais-bispos e assume a sé suburbicária de Palestrina em 24 de março de 1884. Camerlengo da Santa Igreja Romana e arquichanceler da Universidade Romana, de 27 de março de 1885 até sua morte.[1] Passa para a sé suburbicária de Porto e Santa Rufina em 24 de maio de 1889. Passa para a sé suburbicária de Óstia-Velletri em 30 de novembro de 1896, quando se torna Decano do Colégio dos Cardeais e prefeito da Sagrada Congregação Cerimonial.[1]

Faleceu em 7 de dezembro de 1913, vítima de uma pneumonia, em Roma. Foi velado na basílica de Ss. XII Apostoli, em Roma, e enterrado no túmulo do Pontifício Ateneu Urbano da Propaganda Fide, no cemitério Campo di Verano. Foi o último cardeal sobrevivente criado pelo Papa Pio IX.[1]

ConclavesEditar

Referências

  1. a b c d e f g h i j k «The Cardinals of the Holy Roman Church» (em inglês) 
  2. a b c «Luigi Cardinal Oreglia di Santo Stefano» (em inglês). Catholic-Hierarchy. Consultado em 20 de julho de 2012 

Ligações externasEditar


Precedido por
Diego Planeta
 
arcebispo-titular de Tamiathis

18661873
Sucedido por
Eugène Lachat
Precedido por
Mieczyslaw Halka Ledóchowski
 
Núncio apostólico na Bélgica

18661868
Sucedido por
Giacomo Cattani
Precedido por
Innocenzo Ferrieri
 
Núncio apostólico em Portugal

18681873
Sucedido por
Domenico Sanguigni
Precedido por
Karl August von Reisach
 
Cardeal-presbítero de Santa Anastácia

18741882
Sucedido por
Carlo Laurenzi
Precedido por
Luigi Bilio
 
Prefeito da Sagrada Congregação de Indulgências e Sagradas Relíquias

18761882
Sucedido por
Johannes Baptiste Franzelin, S.J.
Precedido por
Antonio Saverio De Luca
 
Cardeal-bispo de Palestrina

18841889
Sucedido por
Angelo Bianchi
Precedido por
Domenico Consolini
 
Camerlengo

18851913
Sucedido por
Francesco Salesio Della Volpe
Precedido por
Jean-Baptiste-François Pitra, O.S.B.
 
Cardeal-bispo de Porto e Santa Rufina

18891896
Sucedido por
Lucido Maria Parocchi
Precedido por:
Raffaele Monaco La Valletta
 
Cardeal-bispo de Óstia-Velletri

Seguido por:
Serafino Vannutelli
 
Decano do Colégio dos Cardeais

 
Prefeito da Sagrada Congregação Cerimonial

18961913