Mário Novais

Mário Novais (Lisboa,1899 — Lisboa,1967[1]) foi um fotógrafo português.[2][3][4]

Mário Novais
Nascimento 1899
Lisboa
Morte Lisboa
1967 (68 anos)
Nacionalidade Portugal portuguesa
Área Fotografia

BiografiaEditar

Filho do retratista Júlio Novais (1867-1925), sobrinho de António Novais (1855-1940) e irmão de Horácio Novais (1910-1988), Mário Novais nasceu no seio de uma família de fotógrafos com atividade em Lisboa desde o último quartel do século XIX. Iniciou atividade profissional no início dos anos de 1920, como retratista, na Fotografia Vasquez. Participou no I Salão dos Independentes, 1930, e na 1ª Exposição Geral de Artes Plásticas, 1946. Em 1933 montou o seu próprio estúdio (Estúdio Novaes), que permaneceria em atividade durante meio século.[5]

Mário Novais ficou ligado à fotorreportagem, fotografia publicitária, comercial e industrial e, de modo particular, à fotografia de obras de arte e arquitetura. Trabalhou com diversos organismos do estado e instituições particulares, tendo sido responsável pela cobertura fotográfica de importantes manifestações culturais em Portugal e no estrangeiro, entre as quais a Exposição do Mundo Português, 1940. Participou na Exposição Internacional de Paris (1937), na Exposição Internacional de Nova Iorque (1939) e na Exposição de Arte Portuguesa (Londres, 1955). Colaborou em periódicos como a Ilustração Portuguesa, o Boletim dos Museus Nacionais de Arte Antiga [6] (1939-1943), o semanário Mundo Literário [7] (1946-1948), a revista Panorama, na Mocidade Portuguesa Feminina: boletim mensal[8] (1939-1947) e ainda na revista Litoral [9] (1944-1945).

Em 1985 o seu espólio foi adquirido pela Fundação Calouste Gulbenkian e confiado ao seu Arquivo de Arte.[10][11]

Algumas obrasEditar

LivrosEditar

  • Paysages de Portugal de Carlos Queiroz, Secretariat National de l'Information (194?)

Ligações externasEditar

Referências

  1. Algumas fontes indicam 1989 como data de morte.
  2. «Fotógrafos». Museu de Arte Popular. Consultado em 22 de março de 2014. Arquivado do original em 22 de março de 2014 
  3. «Mário Novais». Teoria da Fotografia. Consultado em 23 de março de 2014 
  4. «Estúdio Mário Novais». Flickr - Biblioteca de Arte, Fundação Calouste Gulbenkian. Consultado em 23 de março de 2014 
  5. «Fotógrafos». Museu de Arte Popular. Consultado em 22 de março de 2014. Arquivado do original em 22 de março de 2014 
  6. Alda Anastácio (14 de fevereiro de 2019). «Ficha histórica:O Boletim dos Museus Nacionais de Arte Antiga (1939-1943)» (PDF). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 17 de Junho de 2019 
  7. Helena Roldão (27 de janeiro de 2014). «Ficha histórica: Mundo literário : semanário de crítica e informação literária, científica e artística (1946-1948).» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 03 de Novembro de 2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  8. Helena Roldão (2 de maio de 2014). «Ficha histórica: Mocidade Portuguesa Feminina : boletim mensal (1939-1947).» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 27 de Maio de 2014 
  9. Helena Roldão (19 de Junho de 2018). «Ficha histórica:Litoral : revista mensal de cultura (1944-1945)» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 25 de Janeiro de 2019 
  10. «Fotógrafos». Museu de Arte Popular. Consultado em 22 de março de 2014. Arquivado do original em 22 de março de 2014 
  11. Alexandre Pomar. «A fotogenia do Estado Novo». Consultado em 22 de março de 2014 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.