Mário da Gama Kury

tradutor brasileiro

Mário da Gama Kury (Sena Madureira, Acre, 30 de dezembro de 1922Rio de Janeiro, RJ, 7 de outubro de 2016) foi um advogado, escritor e tradutor brasileiro. É considerado um dos maiores tradutores de clássicos gregos para o português brasileiro.[1] Traduziu também obras de escritores europeus relacionadas à literatura grega em inglês e francês, além de ter escrito trabalhos originais sobre esse tema.[2]

Mário da Gama Kury
Nascimento 30 de dezembro de 1922
Sena Madureira
Morte 7 de outubro de 2016
Cidadania Brasil
Ocupação tradutor

Vida editar

Nasceu no Acre em 1922. Filho de imigrante libanês com mãe brasileira, formou-se em direito e, nos anos 1940, começou a trabalhar na empresa estatal Companhia Vale do Rio Doce, onde atuou como advogado por mais de 30 anos.[1][3] Intelectual singular, Kury falava seis línguas fluentemente.[1] Quando se aposentou em 1976, pôde se dedicar mais intensamente à paixão de toda a vida: a tradução de clássicos da literatura greco-romana, diretamente do original para o português. O amor à língua de Aristóteles surgiu ainda menino ao folhear livros em grego da coleção do pai. Já adulto, decidiu aprender a ler "aqueles caracteres diferentes" por conta própria.[1]

A Academia Brasileira de Letras (ABL) recebeu 1.700 livros da coleção do tradutor em 2013.[3][1]

Obras editar

Trabalhos originais editar

  • Dicionário de Mitologia Grega e Romana, Rio de Janeiro, Zahar, 1984; 8.ª ed., 2009.
  • O Grego no 2.º milênio, in Revista Filológica n. 7, 1957.
  • Introdução à Oração à Coroa de Demóstenes, trad. Adelino Capistrano, Rio de Janeiro, Edições de Ouro, 1965.
  • Introdução às Vidas de Alexandre e César de Plutarco, trad. Hélio Veiga, Rio de Janeiro, Edições de Ouro, 1965.
  • Companhia Vale do Rio Doce: 40 anos. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1982.

Traduções diretas do grego editar

Tragédias editar

Ésquilo

Sófocles

  • Édipo Rei, in A trilogia tebana, Rio de Janeiro, Zahar, 14.ª ed., 2009.
  • Édipo em Colono, in A trilogia tebana, Rio de Janeiro, Zahar, 14.ª ed., 2009.
  • Antígona, in A trilogia tebana, Rio de Janeiro, Zahar, 14.ª ed., 2009.
  • Eléctra, Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1a. ed., 1958.
  • Ájax, Rio de Janeiro, Zahar, 6a. ed., 2009.

Eurípides

Comédias editar

Aristófanes

Menandro

Filosofia editar

Aristóteles

  • Política, Brasília, Editora UnB, 1985; São Paulo, Editora Madamu, 2021.
  • Ética a Nicômacos, Brasília, Editora UnB, 1985; São Paulo, Editora Madamu, 2020.

Marco Aurélio

Diógenes Laércio

Historiografia editar

Outras traduções editar

  • Jacqueline de Romilly: Fundamentos de Literatura Grega, Rio de Janeiro, Zahar, 1984.
  • Sir Paul Harvey: Dicionário Harvard de Literatura Grega e Latina, Rio de Janeiro, Zahar, 1987.
  • Marcel Detienne: A Escrita de Orfeu, Rio de Janeiro, Zahar, 1991.
  • J. V. Luce: Curso de Filosofia Grega, Rio de Janeiro, Zahar, 1994.

Referências

  1. a b c d e Notícias da empresa Vale S.A., 19.04.2013
  2. Coleção Tragédia Grega in "Oréstia" (tradução de Mário da Gama Kury). Rio de Janeira: Jorge Zahar Editor, 2006.
  3. a b Notícia da Academia Brasileira de Letras, 18.04.2013

Ligações externas editar

«Secretário-Geral Geraldo Holanda Cavalcanti exalta a importância cultural da doação à ABL de 1,7 mil livros da coleção do tradutor Mário da Gama Kury». Consultado em 21 de janeiro de 2014