Mado

filme de 1976 dirigido por Claude Sautet
Mado
No Brasil Mado, um Amor Impossível
Mado... Um Amor Impossível
 França ·  Itália ·
 Alemanha Ocidental
1976 •  135 min 
Direção Claude Sautet
Codireção Olivier Péray
(assistente)
Produção André Génovès
Coprodução Guy Azzi
(diretor de produção)
Roteiro Claude Sautet
Claude Néron
Gênero drama
Música Philippe Sarde
Produtor de VHX Michel Naudin
Direção de fotografia Jean Boffety
Distribuição Les Films de La Boétie
Idioma francês

Mado (bra Mado, um Amor Impossível[1][2] ou Mado... Um Amor Impossível[3]) é um filme teuto[2]-ítalo[2]-francês[2] de 1976, do gênero drama, dirigido por Claude Sautet.[1]

Prêmios e indicaçõesEditar

Prêmio Categoria Recipiente Resultado
César 1977 Melhor som Jean-Pierre Ruh Venceu[4]
Melhor ator coadjuvante Jacques Dutronc Indicado[4]

ElencoEditar

SinopseEditar

Empresário Simon vê sua vida desmoronar quando seu sócio, Julien, suicida-se apavorado com o acúmulo de dívidas. Lépidon, concorrente de Simon, propõe comprar a empresa por um preço bem abaixo do esperado. Em meio a esse conflito, Julien conhece Mado, uma prostituta.[2]

Referências

  1. a b «Mado, um Amor Impossível». Brasil: AdoroCinema. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  2. a b c d e «Mado, um Amor Impossível». Brasil: CinePlayers. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  3. «O que há para ver». Caderno B. Jornal do Brasil. Rio de Janeiro. 1 de junho de 1979. p. 8. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  4. a b «RÉSULTATS ANNONCÉS: César 1977 (édition 2)» (em francês). AlloCiné. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  Este artigo sobre um filme francês é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.