Abrir menu principal
Manuel Francisco Correia

Manuel Francisco Correia Junior (Paranaguá, 1 de novembro de 1831Rio de Janeiro, 11 de junho de 1905) foi um advogado e político brasileiro, senador do Império do Brasil de 1877 a 1889.

Era irmão do Barão do Serro Azul[1] e filho do comendador Manoel Francisco Correia e de Francisca Pereira Correia.[2]

Foi presidente da província de Pernambuco, de 30 de abril a 2 de outubro de 1862.

Durante o governo de Floriano Peixoto chefiou a diretoria geral do Tribunal de Contas, cargo esse em que foi aposentado. Era sócio fundador da Sociedade de Geografia do Rio de Janeiro e do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, do qual foi vice-presidente.[3]

Também foi deputado geral em três mandatos distintos, entre 1869 e 1877, e senado entre 1877 e 1889. Formado em Humanidades Superior na Faculdade de Direito de São Paulo, foi agraciado com a grã-cruz da ordem da Conceição de Vila-Viçosa e de Cristo de Portugal, além da ordem da coroa de ferro da Áustria e de Sant´anna da Rússia.[4]

Referências

  1. Presidentes da Câmara dos Deputados Durante o Império - 1826 - 1889. Brasília: Câmara dos Deputados, Centro Gráfico, 1978
  2. NICOLAS, Maria.130 Anos de Vida Parlamentar Paranaense - Assembléias Legislativas e Constituintes. 1854-1954. 1° ed. Curitiba: Departamento de Imprensa Oficial do Estado - DIOE; 1954, p.67
  3. NICOLAS, Maria.130 Anos de Vida Parlamentar Paranaense - Assembleias Legislativas e Constituintes. 1854-1954. 1° ed. Curitiba: Departamento de Imprensa Oficial do Estado - DIOE; 1954, p.68
  4. Catálogo biográfico dos Senadores brasileiros, de 1826 a 1986 / concepção, coordenação, organização editoração: Leonardo Leite Neto - Brasília: Senado Federal, Centro Gráfico, 1986.

Ligações externasEditar