Abrir menu principal
Manuel de Brito
Nascimento 1928
Rio de Janeiro
Morte 29 de novembro de 2005 (77 anos)
Lisboa
Cidadania Portugal
Ocupação livreiro

Manuel de Brito (Rio de Janeiro, 1928Lisboa, 29 de novembro de 2005), foi um dos primeiros e maiores galeristas e livreiros portugueses do século XX.

Em 1964 abriu em Lisboa a Galeria 111, que teria sucursal no Porto (1971). Ao longo da vida, reuniu cerca de 2000 obras de arte, desenho, pintura e escultura, uma das maiores e mais importantes coleções do país.

Um ano depois do seu falecimento, o seu património ficou exposto no renovado Palácio dos Anjos, em Algés, no Centro de Arte – Coleção Manuel de Brito, fruto de um protocolo celebrado entre a família do galerista e a Câmara Municipal de Oeiras.

Manuel de Brito assumiu em Portugal um papel preponderante como agente cultural sobretudo após a queda da ditadura, em consequência da Revolução dos Cravos.

É uma figura singular na cultura portuguesa da segunda metade do século e uma personalidade única da vida cultural de Lisboa. [1]

BiografiaEditar

Foi gerente da Livraria Escolar Editora (1945/1960), a mais completa na área de literatura científica em Portugal. Nela se iniciou como editor.

LivreiroEditar

Fundada em 1960, a sua livraria situava-se no Campo Grande, junto da Cidade Universitária. Desde logo Manuel de Brito se tornou centro de atenções, não só como fornecedor actualizado de obras especializadas e de interesse cultural mas também como personalidade solidária com o movimento estudantil dos anos sessenta.

A sua livraria tornou-se ponto de encontro de estudantes, artistas e intelectuais. Foi um sério opositor da Censura do Estado Novo e bateu-se, não sem sequelas, contra as proibições e apreensão de livros que o regime ordenava.

Foi editor de obras gráficas, de livros de arte e de poesia.

Apoiou estudantes universitários na execução das suas teses de mestrado e doutoramento.

GaleristaEditar

MéritosEditar

Referências

  1. Coleccionadores amadores e profissionais coleccionadores (II) . artigo de Catarina Figueiredo Cardoso, AICA, 2016-04-18

Ligações externasEditar

  • Galeria 111 - fundada por Manuel de Brito em 1964.
  • Manuel de Brito em AGPA.
  • CAMB - Centro de Arte Manuel de Brito.
  • [1] notícia in Diário de Notícias
  • [2] notícia in Diário de Notícias
  • [3] notícia in Correio da Manhã
  • [4] notícia in Público
  • [5] notícia in Público
  • [6] notícia in Jornal de Notícias
  • [7] notícia in Rádio Renascença
  • [8] informação da Câmara Municipal de Oeiras
  • [9] informação da Câmara Municipal de Oeiras