Abrir menu principal
María Elena Velasco
Nome completo María Elena Velasco Fragoso
Outros nomes La India María
Nascimento 17 de dezembro de 1940
Puebla, México
Nacionalidade mexicana
Morte 1 de maio de 2015 (74 anos)
Ocupação Atriz, cantora, dançarina, escritora e cineasta
Atividade 1962–2015
Cônjuge Julian de Meriche (1960–1974)

María Elena Velasco Fragoso (Puebla, 17 de dezembro de 1940Cidade do México, 1 de maio de 2015) foi uma atriz, cantora, dançarina, escritora e cineasta mexicana.[1][2] Era conhecida por interpretar a índia María na novela "Coração Indomável".

Índice

InfânciaEditar

Velasco nasceu em Puebla seu pai chamava-se Tomás Velasco, um mecânico ferroviário e sua mãe María Elena Fragoso, ela tinha três irmãos Glória, Tomás e Susana. Quando adolescente, seu pai morreu de uma infecção através da aorta, e com isso Velasco e a família mudou-se para Cidade do México, para ajudar a mãe a manter os quatro irmãos. Desde criança queria ser uma dançarina ou atriz, e foi contratada no México onde trabalhou como dançarina no Teatro Tivoli e no Teatro Blanquita.

CarreiraEditar

Na década de 50, ela trabalhou com com comediantes reconhecidos, incluindo, Adalberto Martínez, Jesus Martínez Pallilo, e Fernando Soto Mantequilla, mas foi em 1962 fez sua estréia como atriz no filme El rey del Tomate, onde ele compartilhou créditos com o ator Eulalio Gonzalez Piporro. Em seguida, teve papéis nos filmes, Los derechos de los hijos e México de mis recuerdos. Em 1968, ele trabalhou com o diretor Fernando Cortez, que pediu-lhe para dar vida a uma mulher indígena chamada 'Elena Maria', ele mesmo contou com a ajuda de coreógrafo Ricardo Luna para criá-lo e apresentá-lo no filme El bastardo se papel se tornou o personagem ''La India María'', que catapultou como uma das melhores atrizes do cinema mexicano, totalizando 23 filmes, levando para a televisão ao estrelar no espetacular programa no Sunday Independent Television TIM México, mais tarde ela teve breves apresentações em Siempre en Domingo. Graças a sucesso dessas performances, Velasco conquistou sua própria série: Las estrellas y usted e seu programa musical Nescafe. Em 1979, Velasco assumiu seu papel com escritora e diretora no filme Okay, Mr Pancho onde teve o apoio de Gilberto Martinez Solares. Seus trabalhos como escritora foram: El quen no corre... Vuela (1981), El coyote emplumado (1982), Ni de aqui, ni de allá (1984), Si esquivó la cigueña (1992) e Las delicias del poder (1996). Em 1987, Velasco recebeu o Prêmio de Ouro Box Office por Rodolfo Anda, artista de maior sucesso no cinema nacional desde 1986. Em 1994, ele escreveu, dirigiu, estrelou e produziu o musical México cante e segure. Quatro anos mais tarde estrelou o programa Que visan Oh Mary! E dez anos mais tarde, estrelou o filme Huapango, na qual interpreta uma professora de dança, filme que conquistou o Prêmio Deusa de Prata de Melhor Filme, Melhor Diretor (para seu filho Ivan Lipkies), Melhor Ator, co-agir revelação masculino e feminino. Maria Elena também triunfou no Prêmio Ariel de Melhor Roteiro Adaptado.

No mesmo ano, Velasco participa das séries La familia P. Luche e Mujer, casos de la vida real, e 2013, foi convidada a participar da sua primeira novela, Corazón indomable , produzida por Nathalie Lartilleux, atuando ao lado de Ana Brenda Contreras, Daniel Arenas e Elizabeth Álvarez.

Em 2014, Velasco retorna a TV no filme, La hija de Moctezuma dirigido por seu filho Ivan Lipkies.

Vida PessoalEditar

Em 1960, Velasco casou-se com o coreógrafo russo Vladimir Lipkies Chazan, conhecido como Julién de Meriche, e com ele teve três filhos: Iván Lipkies, escritora e atriz Goretti Lipkies, e escritor-produtor Ivette Lipkies, ela viveu ao lado dele, até 1974, ano da morte de Julián. Por muitos anos após a morte de sua mãe, Velasco viveu afastado de sua família, especialmente sua irmã Susana, que viveu em um asilo, uma instituição chamada a Casa do Ator.

MorteEditar

Em 12 de Fevereiro de 2015, Velasco foi internada as pressas no centro médico para submeter a uma cirurgia para uma retirada de um tumor no estomago, doença da qual ela lutava há um tempo. E em 01 de Maio de 2015, saiu uma notícia na página do twitter de que Velasco faleceu, embora a família não comunicou as causas de sua morte, mas houve especulações de que a atriz morreu devido a complicações do câncer no estomago.

Telenovela, Filmografia e Séries de TvEditar

Televisão e Séries de TvEditar

CinemaEditar

Referências

  1. Close Up Clásico: María Elena Velasco “La India María” Arquivado em 24 de setembro de 2015, no Wayback Machine. 3 de abril de 2015
  2. «Fallece María Elena Velasco, "La India María"». El Universal. 1º de maio de 2015. Consultado em 1º de maio de 2015 

Ligações externasEditar

  1. «Maria Velasco La Índia María». 1 de Maio de 2015. Consultado em 12 de Junho de 2015 
  2. «Hospitalizán a María Elena Velasco La Índia María». 16 de Fevereiro de 2015. Consultado em 12 de Junho de 2015 
  3. «Lo que no sabías de la India María». 1 de maio de 2015. Consultado em 12 de junho de 2015