Marcos Almeida

pianista brasileiro

Marcos Oliveira de Almeida (Belo Horizonte, 11 de fevereiro de 1983) é um cantor, compositor, multi-instrumentista, arranjador, escritor e professor brasileiro, conhecido por ser vocalista e principal compositor da banda de rock alternativo Palavrantiga.[1][2]

Marcos Almeida
Marcos Almeida
Informação geral
Nome completo Marcos Oliveira de Almeida
Nascimento 11 de fevereiro de 1983 (41 anos)
Local de nascimento Belo Horizonte, Minas Gerais
Brasil
Gênero(s) Rock alternativo, música popular brasileira,música cristã
Instrumento(s) Violão, guitarra, piano, teclado, bateria vocal
Período em atividade 2005-atualmente
Gravadora(s) Som Livre (2014-2015)
Onimusic (2016)
Independente (2016-atualmente)
Afiliação(ões) Palavrantiga, Lorena Chaves, Tanlan
Página oficial www.omarcosalmeida.com

Iniciou sua carreira de músico como integrante da banda de apoio da cantora Heloisa Rosa, tocando teclado e fornecendo vocais de apoio. Marcos era irmão de uma amiga próxima de Heloisa. Mais tarde, passou a apresentar composições autorais que culminaram na formação do Palavrantiga.[3]

Paralelo ao Palavrantiga, o cantor também forneceu composições para a cantora Lorena Chaves e gravou "Vaidade" com a banda de rock Tanlan.[4] Foi um dos compositores de "Calor do Amor" de Mahmundi, que venceu o Prêmio Multishow de Música Brasileira na categoria Novo Hit em 2013.[5] Marcos gravou músicas com Paulo Nazareth, como "Não é Mais Segredo" e "Pulmões", que também teve a participação especial da dupla Os Arrais. Também compôs "Outono", que intitula um álbum de Arianne, no qual ele também fez participação. Está à frente do portal Nossa Brasilidade, onde aborda temas como música, cultura, arte, poesia e espiritualidade. Lançou um espetáculo com o mesmo nome, fazendo apresentações em várias cidades do Brasil.[2] Lançou artigo com suas reflexões sobre liturgia, culto cristão e cultura em uma coletânea organizada por Pedro Dulci[6].

Após ter anunciado sua saída do Palavrantiga, lançou seu primeiro single em carreira solo no ano de 2014, chamado "Biquíni de Natal"[7] e anunciou a gravação de um disco solo ao vivo, Eu Sarau - Parte 1,[8] gravado em São José dos Campos e lançado em fevereiro de 2016.[9] Em 2018, retornou com o Palavrantiga.

Em 2019, lançou o álbum de inéditas Lá de Casa.[10]

Discografia editar

Solo
Com o Palavrantiga
 Ver artigo principal: Palavrantiga

Referências

  1. «Marcos Almeida estará fora do Palavrantiga em breve». O Propagador. Consultado em 11 de maio de 2014. Arquivado do original em 8 de maio de 2014 
  2. a b «A Entrevista para a Billboard – Edição 37 – na íntegra.». Nossa Brasilidade. Consultado em 5 de julho de 2013 
  3. Carlinhos Veiga. «Podcast#24:A música de Palavrantiga». Revista Ultimato. Consultado em 30 de agosto de 2013 
  4. «Tanlan: participação de Marcos Almeida no CD "Um dia a mais" cancelada». Gospel+. Consultado em 10 de janeiro de 2013 
  5. «Composição com parceria de Marcos Almeida vence o Multishow». O Propagador. Consultado em 11 de maio de 2013. Arquivado do original em 9 de dezembro de 2014 
  6. «Um chamado radical pela unidade da Igreja». Consultado em 19 de agosto de 2016 
  7. «Fique Sabendo: Marcos Almeida, Cassiane, Toque no Altar e muito mais». O Propagador. Consultado em 7 de dezembro de 2014. Arquivado do original em 9 de dezembro de 2014 
  8. «Marcos Almeida anuncia gravação do primeiro disco - Eu Sarau». Super Gospel. 24 de fevereiro de 2015. Consultado em 25 de fevereiro de 2015 
  9. «Eu Sarau, pt. 1 (Ao Vivo), by Marcos Almeida». iTunes. Consultado em 3 de março de 2016 
  10. «A jornada espiritual do mineiro Marcos Almeida no novo álbum "Lá de Casa – lado A"». Rede Brasil Atual. Consultado em 30 de outubro de 2019 
  Este artigo sobre um cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.