Abrir menu principal

Maria Afonso de Leão

Maria Afonso de Leão (n. 1205/1215-?) foi uma infanta do Reino de Leão, filha ilegítima do rei Afonso IX[1] e de Teresa Gil de Soverosa, filha de Gil Vasques de Soverosa e de Maria Aires de Fornelos.[a]

Índice

Matrimónio e descendênciaEditar

Contraiu um primeiro matrimónio com Álvaro Fernandes de Lara (morto em 1240), filho do conde Fernando Nunes de Lara e da condessa Maior Gonçalves, de quem teve um filho que morreu jovem sem descendência.[2]

Após a morte de seu marido em 1240, teve uma relação amorosa com o infante Afonso, depois o rei Afonso X de Castela, quem naquela época era de cerca de 18 ou 19 anos. Desta relação nasceu ao redor de 1241 uma filha chamada Berengária, esposa de Pedro de Gusmão, sem descendência.[3]

Depois casou com Soeiro Aires de Valadares,[b][1][3] filho de Aires Nunes de Valadares e de Ximena Nunes, "ambos naturais de Galiza",[4] de quem teve:

  1. João Soares de Valadares, foi trovador.[1]
  2. Pero Soares Sarraça, esposo de Elvira Nunes Maldonado.[1]
  3. Afonso Soares de Valadares, casou com Teresa Anes de Sas.[5]

NotasEditar

[a] ^ O rei separaró-se da rainha Berengária de Castela em 1204 ea relação com Teresa começou ao redor de 1205. Todas as crianças dessa união nasceram entre 1205 e 1215. Cfr. Menéndez Pidal de Navascués (1999) p. 222.
[b] ^ Este casamento foi depois de sua relação com o rei, ou seja, após de 1241. Cfr. Salazar y Acha (1990), p. 220

Referências

  1. a b c d Sotto Mayor Pizarro 1997, p. 787, Vol. II.
  2. Sánchez de Mora 2003, p. 243.
  3. a b Salazar y Acha 1990, p. 220.
  4. Sotto Mayor Pizarro 1997, p. 786, Vol. II.
  5. Sotto Mayor Pizarro 1997, p. 788, Vol. II.

BibliografiaEditar

  Este artigo sobre História da Península Ibérica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.