Abrir menu principal
Maria Doroteia da Áustria
Duquesa de Orleães
Arquiduquesa da Áustria
Duquesa de Orleães
Reinado 5 de novembro de 1896
a 28 de março de 1896
Antecessor(a) Maria Isabel de Orléans-Montpensier
Sucessor(a) Isabel de Orleães
 
Cônjuge Luís Filipe Roberto d'Orleães
Casa Habsburgo-Lorena (por nascimento)
Orleães (por casamento)
Nascimento 14 de junho de 1867
  Alcsútdoboz, Império Austro-Húngaro
Morte 6 de abril de 1932 (64 anos)
  Alcsútdoboz, Fejér, Hungria
Enterro Castelo de Buda, Budapeste, Hungria
Pai José Carlos da Áustria
Mãe Clotilde de Saxe-Coburgo-Gota
Religião Católica

Maria Doroteia Amália da Áustria (em alemão: Maria Dorothea Amalie; 14 de junho de 1867 - 6 de abril de 1932), foi um membro da linha húngara da Casa de Habsburgo-Lorena e uma arquiduquesa da Áustria e princesa da Boémia, Hungria e Toscana desde o nascimento. Através do seu casamento com o príncipe Filipe, duque de Orleães, Maria Doroteia também pertencia à Casa de Orleães. Filipe foi o pretendente Orleães ao trono de França entre 1894 e 1926 e era conhecido entre os monarquistas que apoiavam a sua pretensão como Filipe VIII de França. Assim, para estes, Maria Doroteia foi rainha titular de França entre 1896 e 1926 e rainha-viúva até à sua morte em 1932.

FamíliaEditar

Maria Doroteia era a segunda filha do arquiduque José Carlos da Áustria e da sua esposa, a princesa Clotilde de Saxe-Coburgo-Gota.

Tinha uma irmã mais velha, a arquiduquesa Isabel Clementina da Áustria, que morreu com apenas alguns meses de idade. Tinha também cinco irmãos mais novos, dois rapazes, o arquiduque José Augusto da Áustria, casado com a princesa Augusta da Baviera (neta da imperatriz Isabel (Sissi) da Áustria), e o arquiduque László que morreu com apenas vinte anos de idade e duas irmãs, a arquiduquesa Margarida Clementina da Áustria, casada com Alberto, 8.º Príncipe de Thurn e Taxis, e a arquiduquesa Isabel Clotilde, que nunca se casou.

CasamentoEditar

Maria Doroteia casou-se com o príncipe Filipe, duque de Orleães, filho mais velho de Filipe, conde de Paris, e da sua esposa, a princesa Maria Isabel de Orleães, a 5 de Novembro de 1896 em Viena. Filipe era também irmão mais novo da rainha D. Amélia, esposa do rei D. Carlos I de Portugal.[1]

Depois de vários anos de casamento, a união começou a deteriorar-se e Maria Doroteia começou a passar cada vez mais tempo na propriedade da família em Alcsútdoboz. Apesar de tudo, em 1906, Filipe tentou reconciliar-se com a esposa e visitou-a nesta mesma propriedade para a tentar convencer a voltar a viver com ele em Manoir d'Anjou, perto de Bruxelas. Maria Doroteia recusou e acabaria por passar o resto da vida na Hungria.

GenealogiaEditar

Os antepassados de Maria Doroteia da Áustria em três gerações
Maria Doroteia da Áustria Pai:
José Carlos da Áustria
Avô paterno:
José de Áustria-Toscana
Bisavô paterno:
Leopoldo II, Sacro Imperador Romano-Germânico
Bisavó paterna:
Maria Luísa de Espanha
Avó paterna:
Maria Doroteia de Württemberg
Bisavô paterno:
Luís de Württemberg
Bisavó paterna:
Henriqueta de Nassau-Weilburg
Mãe:
Clotilde de Saxe-Coburgo-Gota
Avô materno:
Augusto de Saxe-Coburgo-Gota
Bisavô materno:
Fernando de Saxe-Coburgo-Gota
Bisavó materna:
Maria Antônia de Koháry
Avó materna:
Clementina de Orléans
Bisavô materno:
Luís Filipe I de França
Bisavó materna:
Maria Amélia de Bourbon-Nápoles

Referências

  1. Darryl Lundy (4 de Dezembro de 2004). "Maria Dorothea Amalie Erzherzogin von Österreich". thePeerage.com. Consultado a 11 de Novembro de 2013.
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Maria Doroteia da Áustria