Maria Melita de Hohenlohe-Langemburgo

aristocrata alemã

Maria Melita de Hohenlohe-Langemburgo (Maria Melita Leopoldina Vitória Teodora Alexandra), (18 de janeiro de 1899 - 8 de novembro de 1967) foi a duquesa-consorte de Eslésvico-Holsácia como esposa do duque Guilherme Frederico de Eslésvico-Holsácia.

Maria Melita
Duquesa de Eslésvico-Holsácia
Princesa de Hohenlohe-Langemburgo
Cônjuge Guilherme Frederico de Eslésvico-Holsácia
Descendência João
Guilherme
Pedro
Maria
Casa Hohenlohe-Langemburgo (por nascimento)
Nome completo Maria Melita Leopoldina Vitória Teodora Alexandra
Nascimento 18 de janeiro de 1899
  Langemburgo, Alemanha
Morte 8 de novembro de 1967 (68 anos)
  Munique, Alemanha
Pai Ernesto II de Hohenlohe-Langemburgo
Mãe Alexandra de Saxe-Coburgo-Gota

FamíliaEditar

Maria Melita era a segunda filha, primeira menina, do príncipe Ernesto II de Hohenlohe-Langemburgo e da princesa Alexandra de Saxe-Coburgo-Gota. O seu irmã mais velho, o príncipe Godofredo de Hohenlohe-Langemburgo, era casado com a princesa Margarida da Grécia e Dinamarca, irmã do príncipe Filipe, duque de Edimburgo, consorte da rainha Isabel II de Inglaterra. Os seus avós paternos eram o príncipe Hermano Ernesto IV de Hohenlohe-Langemburgo e a princesa Leopoldina de Baden. Os seus avós maternos eram o príncipe Alfredo, duque de Edimburgo (segundo filho da rainha Vitória do Reino Unido) e a grã-duquesa Maria Alexandrovna da Rússia (filha do czar Alexandre II da Rússia). As suas tias maternas eram a rainha Maria da Roménia, a grão-duquesa Vitória Feodorovna da Rússia e a princesa Beatriz de Saxe-Coburgo-Gota que se casou com um primo do rei Afonso XIII de Espanha.[1]

Casamento e descendênciaEditar

Maria Melita casou-se com o príncipe Guilherme Frederico de Eslésvico-Holsácia no dia 5 de fevereiro de 1916 em Coburgo. Tiveram quatro filhos:

Referências

  1. Marlene A. Eilers, Queen Victoria's Descendants (Baltimore, Marilândia: Genealogical Publishing Co., 1987), page 198