Protetorado Espanhol em Marrocos

(Redirecionado de Marrocos Espanhol)



حماية إسبانيا في المغرب
Protectorado español en Marruecos[1]
Protetorado Espanhol em Marrocos
Flag of Morocco (1666–1915).svg
 
Flag Ceuta.svg
 
Flag Melilla.svg
 
Flag of Spain (1785–1873, 1875–1931).svg
1912 – 1956 Flag of Morocco.svg
 
Flag Ceuta.svg
 
Flag Melilla.svg
 
Flag of Spain.svg

Bandeira de Protetorado Espanhol em Marrocos

Bandeira

Localização de Protetorado Espanhol em Marrocos
Mapa dos territórios mais ao norte do Marrocos, pertencentes a Espanha.
Continente África
Região Norte da África
País Marrocos
Capital Tetuão
Língua oficial espanhol
árabe
berberes
Religião Islã
Catolicismo
Judaísmo
Governo Protetorado
Alto comissionário
 • 1913 Felipe Alfau y Mendoza
 • 1951-56 Rafael García Valiño
História
 • 30 de Março de 1912 Tratado de Fez
 • 2 de Março de 1956 Independência
Moeda Peseta espanhola

O Marrocos Espanhol, oficialmente Protectorado Espanhol em Marrocos (em árabe: حماية إسبانيا في المغرب, ḥimāyat Isbāniyā fi-l-Magrib), também conhecido entre os marroquinos como Ocupação Espanhola de Marrocos (الاحتلال الإسباني للمغرب, al-iḥtilāl al-isbānī li-l-Magrib), foi um protectorado de Espanha em África, de acordo com os tratados firmados com França, a 27 de dezembro de 1912.

O protectorado compreendia a área do norte de Marrocos, que incluía as regiões do Rif e Jebala. Oito meses antes do acordo, França havia estabelecido o seu próprio protectorado sobre a maior parte do actual território de Marrocos. A criação de uma administração colonial do protectorado sobre os territórios do Rio Rif, no entanto, só viria a ocorrer em 1927, quando a área já tinha sido pacificada. O protectorado durou até 1956.

ver tambémEditar

  Este artigo sobre História da África é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.