Marta americana

(Redirecionado de Martes americana)
Como ler uma infocaixa de taxonomiaMarta Americana
Ocorrência: Pleistoceno Superior - Recente
Marten with Flowers.jpg
Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante (IUCN 3.1) [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Carnivora
Família: Mustelídeos
Gênero: Marta (animal)
Espécie: M. americana
Subespécie: * M. a. americana
  • M. a. abieticola
  • M. a. abietinoides
  • M. a. actuosa
  • M. a. atrata
  • M. a. caurina
  • M. a. humboldtensis
  • M. a. kenaiensis
  • M. a. nesophila
  • M. a. origensis
  • M. a. sierrae
  • M. a. vancourverensis
  • M. a. vulpina
Nome binomial
'Martes americana'
(Turton, 1806)
Distribuição geográfica
Distribuição da Marta-Americana
Distribuição da Marta-Americana

A Marta-americana (Martes americana) é uma espécie de Marta nativa da América do Norte, é muito confundida com a marta-pescadora mas diferenciada por ser menor e mais clara.

DistribuiçãoEditar

A marta vive florestas de coníferas ou mistas no Alasca e no Canadá, e no sul do norte da Nova Inglaterra e pelas Montanhas Rochosas e Sierra Nevada.

A captura e desmatamento diminuíram a sua população mas ainda continua mais abundante que seu parente maior a marta-pescadora.

ComportamentoEditar

As martas são mais ativas na primavera e outono do que no inverno, pois nestas outras épocas é mais fácil achar comida.

Ambiente

O clima afeta muito no comportamento das martas, em temperaturas de -4° F a atividade da marta diminuí em 45%.

Durante o inverno as martas evitam o máximo de água possível, pois o frio de inverno pode congelar facilmente a mesma. A marta é adaptada a locomoção na neve profunda, pois em áreas aonde possuem martas-pescadoras ou lobos ela pode se locomover com mais velocidade.

Referências

  1. «Marta Americana. Lista Vermelha da IUCN de Espécies Ameaçadas 2016.1» (em inglês). Red List. Consultado em 27 de abril de 2020 
  1. Pedra, Katharine. (2010). Martes americana, marta americana. In: Sistema de Informação de Efeitos de Fogo.Departamento de Agricultura dos EUA, Serviço Florestal, Estação de Pesquisa das Montanhas Rochosas, Laboratório de Ciências do Fogo (Produtor).Recuperado em 11/11/2018.