Abrir menu principal
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde fevereiro de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Martin Schulz
Martin Schulz, 2017.
Presidente do Parlamento Europeu União Europeia
Período 17 de janeiro de 2012
17 de janeiro de 2017
Antecessor Jerzy Buzek
Sucessor Antonio Tajani
Presidente do Partido Social-Democrata da Alemanha
Período 17 de janeiro de 2012
a 18 de junho de 2014
Antecessor Jerzy Buzek, Sigmar Gabriel
Sucessor Gianni Pittella
Membro do Parlamento Europeu
pela Alemanha Alemanha
Período 19 de julho de 1994
a atualidade
Dados pessoais
Nome completo Martin Schulz
Nascimento 20 de dezembro de 1955 (63 anos)
Hehlrath,  Alemanha
Nacionalidade alemão
Cônjuge Inge Schulz (c. 1992)
Filhos 2
Partido Partido Social-Democrata

Martin Schulz (20 de dezembro de 1955 em Eschweiler, Renânia) é um político alemão pertencente ao Partido Social-Democrata da Alemanha-SPD (filiado à Internacional Socialista). Schulz é deputado do Parlamento Europeu desde 1994, foi desde 2004 o coordenador da bancada socialista e foi eleito Presidente do Parlamento Europeu em 17 de janeiro de 2012. [1] Depois de desistir destas funções em 2016, foi eleito Presidente do SPD, em Março de 2017, e designado candidato a chanceler nas eleições a realizarem-se este ano de 2018.

Índice

Educação, profissão, famíliaEditar

Martin Schulz frequentou tanto a escola primária (1963-1966) como a escola secundária (1966-1975) em Würselen e fez em 1975 e 1976 uma formação profissional de livreiro.[2] Nos anos seguintes trabalhou em diferentes editoras e livrarias, até fundar em 1982, em Würselen, a sua própria livraria, que dirigiu até 1984.

Schulz é casado e pai de dois filhos. Para além do alemão, fala inglês, francês, neerlandês e italiano. [3]

Carreira políticaEditar

 
Martin Schulz 2009

No ano de 1974 Schulz ingressou no SPD aos 19 anos de idade, começando por militar na organização para jovens deste partido. Em 1984 foi eleito para o Conselho municipal de Würseln, ao qual pertenceu até 1998, sendo Presidente da Câmara Municipal a partir de 1987 - aos 31 anos o mais jovem presidente da câmara do estado de Renânia do Norte-Vestfália.

Eleito para o Parlamento Europeu em 1994, Schulz foi de 2000 a 2004 porta-voz dos social democratas alemães neste parlamento, passando em 2004 a substituir o espanhol Enrique Barón na chefia da bancada socialista europeia. Desde 2009 é a nível nacional encarregado do SPD para os assuntos europeus, subindo para a presidência do Parlamento Europeu em 17 de Janeiro de 2012. A sua intenção declarada é a de lutar para reforçar a posição do Parlamento Europeu face às outras instituições da União Europeia e face a maneira como os processos decisórios europeus têm vindo a decorrer.

Em 14 de maio de 2015 Martin Schulz recebeu a condecoração Karlspreis da cidade de Aachen, fronteiriça com a Bélgica e os Países Baixos. A condecoração (ou prémio) remete pelo seu nome para Carlos Magno, coroado na catedral de Aachen, e é concedida anualmente a pessoas que se empenharam pela causa da Europa. As alocuções foram proferidas por Joachim Gauck, presidente da Alemanha, pelo presidente francês François Hollande e por Abdallah II, rei da Jordânia - na presença de numerosos chefes de Estado e de governo bem como os presidentes da Comissão Europeia e do Conselho Europeu, respectivamente Jean-Claude Juncker e Donald Tusk, bem como de representantes das mais importantes igrejas e comunidades religiosas, dos sindicatos e de outras organizações. Muito para além de constituir um louvor e reconhecimento unânimes para Martin Schulz, esta cerimónia serviu para um enfático apoio dos presentes à Europa, a sua unidade e os seus valores, mas também um apelo para que a União Europeia transforme a sua prática institucional no sentido de uma maior transparência e proximidade ao cidadão europeu.</ref> transmissão, no dia, pela televisão alemã ARD </ref>

Em 17 de janeiro de 2017, foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade, de Portugal, tendo a distinção sido entregue numa cerimónia realizada a 5 de abril de 2018, em Lisboa.[4]

Referências

  1. «Sozialdemokrat Schulz neuer EU-Parlamentspräsident». Focus Online. 19 de janeiro de 2012. Consultado em 19 de outubro de 2017 
  2. «Martin SCHULZ». Europäisches Parlament. Consultado em 19. Januar 2012  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  3. http://www.zeit.de/2014/09/martin-schulz-eu-kommission
  4. «Cidadãos Estrangeiros Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Martin Schulz". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 26 de maio de 2018 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Martin Schulz