Massa equatorial atlântica

Evento de precipitação se aproximando de Belém do Pará, cuja ocorrência nessa região é favorecida pela atuação da massa equatorial atlântica.

A massa equatorial atlântica (mEa) é uma massa de ar quente e úmida que nasce no Atlântico Norte próximo ao Arquipélago dos Açores. Forma os ventos alísios do nordeste no Brasil (sopram do Trópico de Câncer em direção ao Equador) e atinge o litoral do Norte e Nordeste, principalmente durante o verão e causa chuva de relevo no Litoral do Nordeste. Conforme avança pelo interior do país, essa massa de ar vai perdendo a umidade. No inverno do Hemisfério Sul, retorna ao Hemisfério Norte. [1][2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Eduardo de Freitas. «Massas de ar». Brasil Escola. Consultado em 4 de fevereiro de 2015. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2015 
  2. Sua Pesquisa. «Massas de ar no Brasil». Consultado em 4 de fevereiro de 2015. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2015 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Meteorologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.