Abrir menu principal

Matilde da Saxónia

Matilde da Saxónia
Princesa da Saxônia
Casa Wettin
Nome completo
Matilde Maria Augusta Vitória Leopoldina Carolina Luísa Francisca Josefa
Nascimento 19 de março de 1863
  Dresden, Alemanha
Morte 27 de março de 1933 (70 anos)
  Dresden, Alemanha
Enterro Hofkirche, Dresden, Alemanha
Pai Jorge I da Saxónia
Mãe Maria Ana de Portugal
Religião Catolicismo

Matilde da Saxónia (19 de março de 1863 - 27 de março de 1933) foi uma princesa da Saxónia, filha do rei Jorge I. Foi também irmã do último rei da Saxónia.

FamíliaEditar

Matilde era a terceira filha do rei Jorge I da Saxónia e da princesa Maria Ana de Portugal. Os seus avós paternos eram o rei João I da Saxónia e a princesa Amélia Augusta da Baviera. Os seus avós maternos eram os reis Fernando II e Maria II de Portugal.[1]

VidaEditar

Quando era criança, Matilde era calma e gentil, mas não possuía qualquer beleza. O seu pai, o príncipe Jorge da Saxónia, tinha planeado casá-la com o arquiduque Rodolfo, príncipe-herdeiro da Áustria, mas este rejeitou a união e preferiu um casamento com a princesa Estefânia da Bélgica.

Chegou-se depois a acordo que Matilde se casaria com o sobrinho do imperador Francisco José I que, na altura, era herdeiro presumível ao trono do Império Austro-Húngaro, o arquiduque Francisco Fernando. Contudo, as relações entre as duas famílias sofreram um novo golpe quando Francisco preferiu casar-se morganaticamente com a condessa Sofia Chotek de Chotkov e Vojnín. Apesar de tudo as duas famílias voltariam a reconciliar-se quando a irmã mais nova de Matilde, Maria Josefa, se casou com o seu primo em segundo-grau, o arquiduque Oto Francisco.

Matilde sofreu muito com estas rejeições e acabou por se tornar crítica e irritável. Virou-se também para o álcool para esquecer a sua infelicidade, o que lhe valeu a óbvia alcunha de Matilde Schnapps. Também fazia a vida difícil a outros membros da família e, por isso, acabaria por se tornar o membro da realeza mais detestado pelo povo da Saxónia.

Era uma pintora talentosa e teve aulas com o artista Alfred Diethe entre 1890 e 1901. Alguns dos seus quadros, a grande maioria retratando paisagens e cenas da vida doméstica em Pilnitz, tornaram-se gravuras. Outros apareceram em postais que eram vendidos para angariar dinheiro para obras caritativas.

Matilde morreu solteira a 27 de março de 1933 com 70 anos de idade. Foi sepultada em Katholische Hofkirche, Dresden.

Nomes, títulos, estilos, tratamentosEditar

Nome completoEditar

O seu nome completo era Matilde Maria Augusta Vitória Leopoldina Carolina Luísa Francisco Josefa da Saxónia.

Títulos e tratamentoEditar

Desde 19 de março de 1863 até à sua morte, Matilde teve o tratamento de Sua Alteza Real, a princesa Matilde da Saxónia, duquesa da Saxónia.

Referências