Abrir menu principal

Medalha de Ouro da Generalidade da Catalunha

Medalha de Ouro da Generalidade da Catalunha
Descrição
País Catalunha
Outorgante Presidente da Generalidade da Catalunha
Criação 1978
Tipo Mérito civil
Elegibilidade destacar-se em âmbito político, social, económico, cultural ou científico, ajudando a incrementar e difundir o património cultural da Catalunha
Estado Ativa
Organização
Grão-Mestre Quim Torra
Hierarquia
Superior a Creu de Sant Jordi

A Medalha de Ouro da Generalidade da Catalunha (oficialmente, em catalão, Medalla d'Or de la Generalitat de Catalunya) é a máxima distinção honorífica outorgada pela Generalidade da Catalunha, com a qual se distingue a pessoas ou entidades que tenham destacado pelo seu trabalho nos âmbitos político, social, económico, cultural ou científico, ajudando a incrementar e difundir o património cultural da Catalunha. A Medalha de Ouro é, juntamente com a Creu de Sant Jordi, e o Prémio Internacional Catalunha, as distinções concedidas por mérito civil na Catalunha.

A medalha foi criada em 1978[1] durante o breve período entre a restauração da Generalitat depois do franquismo e a aprovação do Estatuto de Autonomia da Catalunha de 1979. A breve e ambígua redação da época de Josep Tarradellas foi reformulado em 2004 para clarificar o seu uso.[2]

AtribuiçãoEditar

A concessão da Medalha de Ouro pode ser proposta pelo Presidente da Generalidade ou qualquer um dos membros do Governo da Catalunha. A Secretaria Geral do Departamento da Presidência realiza o expediente onde se avaliam os méritos e posteriormente eleva a proposta ao Governo, que é quem toma a decisão final. Depois de tomada a decisão, é entregue a 11 de setembro, aquando da celebração do Dia Nacional da Catalunha, a Diada, e é entregada pelo Presidente da Generalidade num ato solene.

Sem dotação económica este galardão tem um caráter estritamente honorífico. As individualidades distinguidas com a Medalha de Ouro têm direito a receber o tratamento de «Excelentíssimo/a Senhor/a» nos atos oficiais que se realizam na Catalunha, de forma vitalícia.

DesenhoEditar

A Medalha de Ouro da Generalidade tem as características seguintes:

É de ouro maciço de quarenta e nove milímetros de diâmetro e traz um cordão para ser imposta. O peso total é de quarenta e cinco gramas. No anverso figuram em semicírculo as letras "Generalitat de Catalunya" e o símbolo da Generalidade da Catalunha em relevo. No reverso figuram desenhadas em semicírculo as letras "Medalha de Ouro" e o símbolo da Generalitat.

Ao espaço inferior da Medalha grava-se o nome e os apelidos da pessoa galardoada e o Decreto.

A Medalha de Ouro é apresentada no seu correspondente estojo juntamente com o botão de lapa que é a réplica do anverso da Medalha de 17 milímetros de diâmetro, também de ouro maciço.[2]

PremiadosEditar

Edição Ano Condecorado Campo
1978 Joan Miró Pintura
1979 Pau Casals, a título póstumo Música
1980 Josep Pla Literatura
Salvador Espriu i Castelló Literatura
Joan Coromines Filologia
Frederic Mompou Música
1981 Joan Rebull Escultura
Josep Vicenç Foix Literatura
Josep Lluís Sert Arquitetura
Salvador Dalí Pintura
1982 Montserrat Caballé Música
Victoria de los Ángeles Música
Apel·les Fenosa Escultura
1983 Joan Fuster Literatura
Francesc de Borja Moll Literatura e filologia
Antoni Tàpies Pintura
Alicia de Larrocha Música
1984 Josep Carreras Música
Antoni Clavé Pintura
1985 Juan Antonio Samaranch Esporte
Miquel Batllori Religião e história
1986 Frederic Marès Escultura, pedagogia e história
- 1987 Não se realizou
10ª 1988 Federico Mayor Zaragoza Política
Raimon Noguera Notaría
Joan Sardà i Dexeus Economia
Miquel Coll i Alentorn Política
- 1989 Não se realizou
11ª 1990 Ramon Aramon Literatura e filologia
12ª 1991 Narciso Jubany Arnau Religião
- 1992 Não se realizou
13ª 1993 Ramon Roca-Puig Religião
- 1994 Não se realizou
- 1995 Não se realizou
- 1996 Não se realizou
14ª 1997 Jaume Aragall Música
Raimon Pelegero Música
Mosteiro de Montserrat Religião
- 1998 Não se realizou
15ª 1999 Miquel Martí i Pol Literatura
Xavier Montsalvatge Música
16ª 2000 Pierre Vilar História
Josep Benet Literatura
17ª 2001 Joan Triadú Literatura
Hospital da Santa Cruz e São Paulo Sanidade
Jordi Carbonell Filologia e política
- 2002 Não se realizou
18ª 2003 Josep Maria Castellet Literatura
Francesc Candel Literatura
Ramón Margalef i López Ciência e ecologia
Joaquim Molas Literatura
Antoni Pladevall Literatura
19ª 2004 Joan Oró Ciência
20ª 2005 Gregorio López Raimundo Política
Joan Reventós i Carner, a título póstumo Política
La Caixa - Caixa Económica e de Pensões de Barcelona Banca
21ª 2006 Antoni Gutiérrez Díaz Política
22ª 2007 Pasqual Maragall Política
Jordi Pujol Política
23ª 2008 Montserrat Carulla Atuação
Moisès Broggi Medicina
24ª 2009 Povo mexicano Acolhida de exilados catalães e republicanos
Corpo de Bombeiros da Generalidade da Catalunha Serviço
25ª 2010 Jordi Solé Tura, a título póstumo Política
Instituto de Estudos Catalães Cultura
Mosteiro de Poblet Religião
26ª 2011 Heribert Barrera, a título póstumo Política
27ª 2012 Josep Maria Ainaud de Lasarte História e política
Antoni Maria Badia i Margarit Filologia e linguística
28ª 2013 Lluís Martínez Sistach Religião
Max Cahner i Garcia, a título póstumo Filologia e política
Oriol Bohigas i Guardiola Arquitetura
29ª 2014 Jordi Savall Música
30ª 2015 Neus Català i Pallejà
Josep Maria Espinàs i Massip Literatura
Joan Rodés i Teixidor Medicina
31ª 2016 Muriel Casals i Couturier, a título póstumo Economia e política
- 2017 Não se realizou
32ª 2018 Carme Forcadell Direitos Humanos e Política
Carles Viver i Pi-Sunyer Direitos Humanos e Política
RCR Arquitectes Arquitetura e Arte

Referências

  1. Decreto de criação (DOGC 4, de 15.06.1978) (Texto plano aqui
  2. a b DECRETO 315/2004, de 22 de junho, pelo qual se regula a Medalha de Ouro da Generalidade da Catalunha, Departamento de relações institucionais e participação, DOGC núm. 4165 - 01/07/2004

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar