Melão coreano

O melão coreano ou chamoe (em coreano: 참외 [tɕʰa.mwe], literalmente "verdadeiro melão"), também conhecido como melão oriental, é um tipo de melão cultivado no leste da Ásia.[1][2]

Melão coreano
Korean melon-Chamoe-01.jpg
Detalhes
Espécie Cucumis melo
Grupo de cultivares makuwa
Origem Ásia Oriental

ProduçãoEditar

Em 2017 na Coreia do Sul, 41 943 hectares (100 000 acre (unidade)s) de terra foram usados para o cultivo, produzindo cerca de 166 281 toneladas (180 000 tonelada curtas) de melões coreanos.[3] O condado Seongju, na província Gyeongsang do Norte, é famoso por ser o centro do cultivo de melão coreano, com fazendas da região representando 70% da produção total do país.

ConsumoEditar

O melão fresco, com fina casca e pequenas sementes, pode ser comido inteiro.[4] É notavelmente menos doce que as variedades ocidentais de melão, e consiste em cerca de 90% de água. Seu sabor foi descrito como um cruzamento entre um melão e um pepino.[4]

A fruta é bastante consumida na Coreia, onde é considerada uma fruta representativa do verão. Na culinária coreana, Os melões são também frequentemente conservados de comidos como jangajji.[4]

Na culturaEditar

Os números 94 e 114 do Tesouros nacionais da Coreia do Sul são ambos formados na forma de um melão coreano.

GaleriaEditar

Artigos relacionadosEditar

Referências

  1. Shin, Ah-Young; Kim, Yong-Min; Koo, Namjin; Lee, Su Min; Nahm, Seokhyeon; Kwon, Suk-Yoon (2017). «Transcriptome analysis of the oriental melon (Cucumis melo L. var. makuwa) during fruit development». PeerJ (em inglês). 5: e2834. ISSN 2167-8359. PMC 5217523 . PMID 28070461. doi:10.7717/peerj.2834. Consultado em 23 de outubro de 2018 
  2. Katzir, Nurit; Paris, Harry S. (2000). Cucurbitaceae 2000: Proceedings of the 7th Eucarpia Meeting on Cucurbit Genetics & Breeding. Col: Acta horticulturae (em inglês). 510. Leuven, Belgium: International Society for Horticultural Science. p. 391. ISBN 9066058528. OCLC 44083803 
  3. «채소생산량(과채류)». Korean Statistical Information Service (em coreano). Statistics Korea. 6 de setembro de 2018. Consultado em 23 de outubro de 2018 
  4. a b c Lim, T. K. (2012). «Cucumis melo (Makuwa Group)». Dordrecht: Springer. Edible Medicinal and Non-Medicinal Plants (em inglês): 219–221. ISBN 978-94-007-1763-3. doi:10.1007/978-94-007-1764-0_34. Consultado em 23 de outubro de 2018