Memória Globo

Memória Globo é a abreviação de Projeto Memória do Grupo Globo: (anteriormente a abreviação foi Projeto Memória da Organizaçoes Globo) uma série de iniciativas das empresas de comunicação do grupo, fundado pelo jornalista Roberto Marinho e visa preservar a memória dos veículos que o compõem.[1][2][3] Criado em 1999, o Memória Globo é área responsável pela história da Globo e de seus profissionais.[4]

Memoria Globo.jpg

Desde 2008, mantém um site onde é possível encontrar informações, fotos e vídeos sobre telejornais, coberturas jornalísticas e esportivas, perfis de profissionais e programas, da inauguração da Globo aos dias atuais.[4]

Os integrantes do Projeto Memória Globo fazem diversas entrevistas e pesquisas para obtenção de informações.[5] O Memória Globo desenvolve um programa de história oral e já realizou mais de mil entrevistas com funcionários, ex-funcionários e colaboradores.[4]

Entre os frutos do trabalho do grupo, que começou ainda na década de 1990, constam:

  • o primeiro volume do Dicionário da TV Globo, trazendo em verbetes os programas produzidos pela emissora nos setores de teledramaturgia e entretenimento, lançado em 2003.[6]
  • o livro Roberto Marinho, escrito pelo jornalista Pedro Bial, que traz um perfil biográfico do antigo dono da empresa e jornalista falecido em 2003.[6]
  • o livro Almanaque da TV Globo, lançado no ano de 2006 com os principais programas desde sua inauguração.
  • o livro Jornal Nacional: A Notícia Faz História, lançado em 2004 nas comemorações dos 35 anos do noticiário.[6][7]
  • o site oficial lançado no dia 7 de junho de 2008, em comemoração dos 43 anos da emissora.
  • o livro Autores: Histórias da Teledramaturgia, lançado no final de 2008, com 16 autores ilustres da emissora que ajudaram a fazer sua história e fazem até hoje.

Referências

  1. Mariana Gouveia de Carvalho Tobias (2009). «Mídia, Arquivo e Memória: O Centro de Documentação da TV Globo. Rio de Janeiro, 2009.» (PDF). Universidade Federal do RJ. Consultado em 12 de maio de 2020 
  2. Castro, Theo de (18 de outubro de 2016). «Cresce o interesse do público pela história da TV brasileira». Meio & Mensagem. Consultado em 15 de maio de 2020 
  3. Fantinatti, Márcia (dezembro de 2009). «O Projeto Memória Globo reconta o período de redemocratização no Brasil: que história é essa?». Resgate: Revista Interdisciplinar de Cultura. Consultado em 15 de maio de 2020 
  4. a b c Associação Brasileira de Memória Empresarial. «Associados:Grupo Globo». Consultado em 16 de maio de 2020 .
  5. «Folha de S.Paulo - Televisão: Projeto Memória faz auto - retrato da Globo». Folha de S.Paulo. 6 de janeiro de 2001. Consultado em 15 de maio de 2020 
  6. a b c «Globo lança portal com memória da organização». sítio Jornalistas da Web. 11 de Junho de 2008. Consultado em 19 de Agosto de 2012 [ligação inativa]
  7. «Para compreender melhor o jornalismo global». 15 de setembro de 2009 

Ligações externasEditar