Abrir menu principal

Miguel Indurain

ciclista espanhol
(Redirecionado de Miguel Induráin)
Miguel Indurain
Miguel Indurain 2.jpg

Miguel Indurain durante uma entrevista.

Informações
Nascimento
Cidadania
Distinções
Vélo d'or ()
Vélo d'or ()Visualizar e editar dados no Wikidata

Lista detalhada
Cavaleiro da Legião de Honra
Grã-Cruz da Real Ordem do Mérito Esportivo
Vélo d'or ( e )
Prêmio Princesa das Astúrias para Desporto (d) ()Visualizar e editar dados no Wikidata
Equipas UCI
9.1984-1989Reynolds (stagiaire)
1990-1996Banesto
Miguel Indurain

Miguel Indurain Larraya, antigo ciclista espanhol nascido em Villava (Navarra, Espanha) em 16 de julho de 1964. Venceu o Tour de France durante cinco anos consecutivos.[1] Foi ainda galardoado com o prémio Príncipe de Asturias de los Deportes em 1992.

BiografiaEditar

Começou a sua carreira profissional em 1984 ao assinar com a equipa Reynolds, depois de ter passado os oito anos anteriores na equipa Villavés.[1] No ano em que passou a profissional participou nos Jogos Olímpicos de Los Angeles, tendo terminado a temporada com dez vitórias.

Em 1985 participou pela primeira vez na Volta à França (Tour de France) e liderou a Volta à Espanha durante quatro dias.[1]

Durante alguns anos correu o Tour ajudando o seu companheiro de equipa Pedro Delgado, o qual ganhou a corrida francesa em 1988.

Em 1989 tornou-se o primeiro espanhol a ganhar a clássica Paris-Nice e ganhou pela primeira vez uma etapa do Tour.

Ganhou pela primeira vez a Volta à França em 1991 arrebatando ainda a vitória em duas etapas.[1]

Na temporada seguinte (1992) conseguiu ganhar duas das três grandes provas por etapas (o Tour e o Giro, disputados respectivamente em França e em Itália), sendo ainda o primeiro espanhol a ganhar a corrida italiana. Em 1993 repetiu ambas as vitórias.[1]

Em 1994 ganhou o Tour pela quarta vez consecutiva, contudo o russo Eugeni Berzin bateu-o no Giro. Em Setembro deste ano conseguiu bater o recorde da hora, destronando Chris Boardman o anterior recordista. Contudo, passado apenas um mês, o suíço Tony Rominger melhorou a marca de Induráin.

Em 1995 ganhou pela última vez a Volta à França, sendo este o seu quinto triunfo consecutivo, ganhando ainda o campeonato do mundo de contrarrelógio.[1]

Na sua última temporada conseguiu arrecadar o título olímpico de contrarrelógio individual nos Jogos Olímpicos de Atlanta 1996.[2]

A 2 de Janeiro de 1997 anunciou publicamente que se iria retirar do ciclismo profissional.

Palmarés resumidoEditar

  • Vencedor da Volta à França desde 1991 até 1995.
  • Vencedor da Volta à Itália de 1992 e 1993.
  • Vencedor da Volta à Catalunha de 1988, 1991 e 1992.
Recorde da Hora em 1994 com 53,040Km
  • Dauphiné Libéré (1995, 1996)
  • Paris-Nice (1989, 1990)
  • Clásica de San Sebastián (1990)
  • Critérium International (1989)
  • Tour of Catalonia (1988, 1991, 1992)
  • Tour de l'Avenir (1986)
No Campeonato do Mundo de ciclismo
  • Na prova de fundo: Medalha de bronze em 1991 e medalha de prata em 1993 e 1995.
  • Na prova de contra-relógio: Medalha de ouro em 1995.
  • Medalha de ouro na prova de contra-relógio dos Jogos Olímpicos de Atlanta em 1996.

Referências

  1. a b c d e f «Miguel Indurain» (em inglês). Cycling archives. Consultado em 15 de outubro de 2015 
  2. «Biografia e estatística olímpico de Miguel Indurain» (em inglês). Sports Reference. Consultado em 15 de outubro de 2015 
  Este artigo sobre um(a) ciclista, integrado ao Projeto Desporto, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.