Mitsubishi F-1

O Mitsubishi F-1 é o primeiro jato militar pós-segunda guerra construído e desenvolvido no Japão,sendo apelidado de "Supersonic Rei-Sen". A Mitsubishi Heavy Industries e a Fuji Heavy Industries desenvolveram em conjunto o F-1.À primeira vista ele lembra o anglo-francês SEPECAT Jaguar, mas sendo um esforço completamente independente do Japão(embora utilizando os mesmos motores do SEPECAT). Seu papel principal é o ataque a navios,sendo o secundário o ataque ao solo e uma capacidade limitata de ataque ar-ar.

Mitsubishi F-1
Mitsubishi F-1 se preparando para o pouso
Descrição
Tipo / Missão Suporte aéreo,ataque ao solo , anti-navios
País de origem  Japão
Fabricante Mitsubishi Heavy Industries, Fuji Heavy Industries
Período de produção 1975-1987
Quantidade produzida 77
Desenvolvido de Mitsubishi T-2
Primeiro voo em 3 de junho de 1975 (46 anos)
Introduzido em abril de 1978
Aposentado em março de 2006
Tripulação 1
Especificações (Modelo: F-1)
Dimensões
Comprimento 17,86 m (58,6 ft)
Envergadura 7,88 m (25,9 ft)
Altura 4,48 m (14,7 ft)
Área das asas 21,2  (228 ft²)
Alongamento 2.9
Peso(s)
Peso vazio 6 358 kg (14 000 lb)
Peso máx. de decolagem 13 674 kg (30 100 lb)
Propulsão
Motor(es) 2 × turbofans Ishikawa-Harima TF40-801A
Força de empuxo (por motor) 3 313 kgf (32 500 N)
Performance
Velocidade máxima 1 700 km/h (918 kn)
Alcance bélico 556 km (345 mi)
Alcance (MTOW) 2 870 km (1 780 mi)
Teto máximo 15 240 m (50 000 ft)
Razão de subida 118 m/s
Armamentos
Metralhadoras / Canhões 1× 20 mm (0.787 in) JM61A1 Vulcan 6-barreled Gatling cannon
Foguetes JLAU-3A 70 mm rocket pods, RL-7 70 mm rockets, RL-4 125 mm rockets
Mísseis Mitsubishi AAM-1, Mitsubishi Type 80 Air-to-Ship Missile/Type 93 Air-to-Ship Missile anti-ship missiles
Bombas Mk-82 500 lb and M117 750 lb bombs, and GCS-1, IR-guided versions of the Mk-82 and M117
Notas
Dados de: Mitsubishi's Sabre Successor[1]

Desenvolvimento e DesignEditar

Em meados dos anos 1960, a Força Aérea de Autodefesa do Japão (JASDF) iniciou estudos em um jato de treinamento avançado, que também poderia ser modificado para servir nos papéis de ataque ao solo e antitransporte. Depois de considerar a produção de licença do T-38 Talon e SEPECAT Jaguar, o Japão decidiu desenvolver seu próprio caça, o supersônico Mitsubishi T-2, que fez seu primeiro voo em 20 de julho de 1971. A ultrapassagem dos custos no programa de T-2 levou à proposto a versão de ataque de assento único quase ter sido abandonada, mas o cancelamento da Kawasaki P-XL, da substituição prevista para a Kawasaki P-2J liberou fundos para o Japão.[2][3]

A nova aeronave foi um derivado de mudanças mínimo do T-2,com o cockpit traseiro que foi converto em um compartimento de aviônicos,o assento traseiro removido e a substituição do canopy com um simples acesso a escotilha.[4]

Duas presilhas adicionais foram montadas sob as asas para permitir o transporte de uma carga de armas mais pesada,e os aviônicos foram melhorados[5],e o novo radar J/AWG-12,semelhante aos instalados nos F-4M Phantom da Força Aérea Inglesa.[6] Este conjunto proporciona variadas informações.Além das mudanças de aviônica,eliminação do banco traseiro e o novo canopy a única grande mudança a partir do T-2 foi o fortalecimento da estrutura do avião  para possibilitá-lo a transportar uma carga de armas maior que a do T-2.

O F-1 foi substituído pelo F-2 ,e os últimos seis F-1s ativos, com base em Tsuiki na província de Fukuoka, foram aposentados em 9 de Março de 2006, tendo atingido o limite de 4000 horas de voo.

ArmamentoEditar

 
Metralhadora M61A1 de 20mm
 
Dois exemplares de Mísseis ASM-2

O F-1 é equipado com um canhão 20mm JM61A1 Vulcan,com 750 cartuchos.O avião também tem setes presilhas externas para o transporte de uma grande variedade de equipamentos auxiliares.A presilha da fuselagem e o par de presilhas internas podem ser utilizadas para carregar tanques de combustíveis extras para aumentar o alcance da aeronave.A principal arma do F-1 é o ASM-1,e o mais recente ASM-2,que são mísseis antinavio de longo alcance.Esses mísseis são comparados ao míssil americano AGM-84 Harpoon ou o francês AM.39 Exocet.Outras armas desenvolvidas incluem o AIM-9 Sidewinder que é utilizado em ataques ar-ar,os foguetes JLAU-3,bombas de 227 kg(MK82),340 kg(M117).Além disso,essas duas bombas antes citadas também podem ser equipadas com kits infravermelhos que as transformam em armas guiadas de precisão,que se orientam a partir do calor emitido por alvos marítimos,como navios e outros alvos terrestres.Quando equipada do infravermelho essas bombas são conhecidas como GCS-1[7].

Referências

  1. Sekigawa, Eiichiro. "Mitsubishi's Sabre Successor". Air International, March 1980, Vol 18 No 3. Bromley, UK:Fine Scroll. ISSN 0306-5634. pp. 117–121, 130–131.
  2. Lake 1995, pp. 52–53. [S.l.: s.n.] ISBN 978-1-874023-64-7 
  3. Sekigawa 1980, pp. 117–120. [S.l.: s.n.] 
  4. Lake 1995, p.53. [S.l.: s.n.] ISBN 978-1-874023-64-7 
  5. Sekigawa 1980, pp. 120–121. [S.l.: s.n.] 
  6. Lake 1995, p.68. [S.l.: s.n.] 
  7. «Mitsubishi F-1». www.cavok.com.br