Montalvão

freguesia do município de Nisa, Portugal

Montalvão é uma povoação portuguesa sede da Freguesia de Montalvão do Município de Nisa, freguesia com 123,87 km² de área[1] e 290 habitantes (censo de 2021)[2], tendo, por isso, uma densidade populacional de 2,3 hab./km².

Portugal Portugal Montalvão 
  Freguesia  
Montalvão
Montalvão
Montalvão
Localização
Montalvão está localizado em: Portugal Continental
Montalvão
Localização de Junta de Freguesia de MontalvãoMontalvão em Portugal
Coordenadas 39° 35' 51" N 7° 31' 53" O
Região Alentejo
Sub-região Alto Alentejo (sub-região)
Província Alto Alentejo
Distrito Portalegre
Município Nisa
Código 121205
Administração
Tipo Junta de freguesia
Características geográficas
Área total 123,87 km²
População total (2021) 290 hab.
Densidade 2,3 hab./km²
Código postal 6050-433
Outras informações
Orago Nossa Senhora dos Remédios
Sítio www.jfregmontalvao.pt

Foi vila e sede de concelho, constituído apenas por uma freguesia, entre 1512 e 1834. Tinha, em 1801, 1327 habitantes.

Toponímia editar

O nome "Montalvão" foi mencionado por Miguel de Cervantes na obra clássica do Cavalheirismo Dom Quixote, na figura do cavaleiro Reinaldo de Montalvão, inspirado no personagem do poema épico medieval Os Doze Pares da França.

Em português clássico, "Montalvão" advém da união das palavras "Monte alvão" e significa "Monte muito alvo" ou "Monte brancão" ou simplesmente "Monte branco", expressão muito comum na Europa em vários idiomas de língua românica para designar um local próximo de uma montanha coberta de neve como Montblanc, "Montalbano", "Montebianco" etc.

História editar

Segundo o IGESPAR,

"Montalvão foi uma importante povoação do Alto Alentejo nos primeiros tempos da monarquia portuguesa. A necessidade de protecção deste sector da fronteira, aliada à pouco efectiva presença populacional, determinou que a localidade se instituísse como sede de um território vital para a sobrevivência da ordem cristã na região. Não admira, por isso, que tenha sido Comenda da Ordem de Cristo, instituição que terá estado na origem do castelo que genericamente chegou até nós. A sua construção tem sido apontada no reinado de D. Dinis, mas o monumento carece ainda de um estudo arqueológico mais vasto que permita extrair conclusões acerca das fases de ocupação por que passou.
A fortaleza baixo-medieval não terá sido uma obra de grande envergadura, na medida em que, nos inícios do século XVI, Duarte d'Armas desenhou-a como tendo apenas uma muralha, sem qualquer torre anexa, fazendo-se o acesso ao espaço intra-muros por porta única. Essa entrada foi reconstruída um século depois, por certamente apresentar grande ruína, adquirindo então a feição classicizante, de lintel recto entre pilastras que suportam uma arquitrave, que ainda hoje ostenta, e que contrasta com o aparelho miúdo e irregular com que a cerca que define o castelo foi executada".[3]
 
Localização no Município de Nisa

Demografia editar

A população registada nos censos foi:[2]

População da Freguesia de Montalvão[4]
AnoPop.±%
1864 1 373—    
1878 1 413+2.9%
1890 1 591+12.6%
1900 1 819+14.3%
1911 2 046+12.5%
1920 2 170+6.1%
1930 2 305+6.2%
1940 2 672+15.9%
1950 2 649−0.9%
1960 2 264−14.5%
1970 1 485−34.4%
1981 1 044−29.7%
1991 832−20.3%
2001 597−28.2%
2011 442−26.0%
2021 290−34.4%
Distribuição da População por Grupos Etários[5]
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 28 21 196 352
2011 18 13 136 275
2021 8 14 95 173

Património editar

Personalidades ilustres editar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Montalvão

Referências

  1. «Carta Administrativa Oficial de Portugal CAOP 2013». descarrega ficheiro zip/Excel. IGP Instituto Geográfico Português. Consultado em 10 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 9 de dezembro de 2013 
  2. a b Instituto Nacional de Estatística (23 de novembro de 2022). «Censos 2021 - resultados definitivos» 
  3. http://www.igespar.pt/pt/patrimonio/pesquisa/geral/patrimonioimovel/detail/155804 IGESPAR
  4. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  5. INE. «Censos 2011». Consultado em 11 de dezembro de 2022 
  Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.