Monte Quénia

Monte Quénia (português europeu) ou Quênia (português brasileiro), com uma altitude de 5199 m, no país do mesmo nome, a cerca de 200 km a nordeste de Nairobi, é o segundo ponto mais alto de África (o primeiro sendo o Kilimanjaro). Com os seus cumes vestidos de glaciares e encostas arborizadas, o Monte Quénia oferece um dos mais impressionantes panoramas da África, tendo sido inscrito pela UNESCO, em 1997, na lista dos locais que são Património da Humanidade. O Parque Nacional, estabelecido em 1949, foi reconhecido como Reserva da Biosfera em 1978 e, em conjunto com a Floresta Nacional, ocupam uma área protegida de 142 mil hectares.[1]

Monte Quénia
Monte Quénia
Monte Quénia está localizado em: Quénia
Monte Quénia
Coordenadas 0° 09' S 37° 18' E
Altitude 5199 m (17058 pés)
Proeminência 3825 m
Listas Sete segundos cumes
Ponto mais alto de um país
Ultra
Localização  Quênia
Cordilheira Nenhuma
Primeira ascensão 1899 por Halford Mackinder
Rota mais fácil escalada pela rocha

É um antigo estratovulcão que, durante o seu período de actividade (há 3,1–2,6 milhões de anos), se estima ter atingido 6500 m. Existem 12 restos de glaciares na montanha, todos em recessão, e quatro picos secundários na cabeça dos vales glaciais em forma de U. A evolução da sua flora afro-alpina é um exemplo extremamente educativo dos processos ecológicos.

O Parque Nacional do Monte Quénia encontra-se classificado pela UNESCO como Património Mundial.

Ver tambémEditar

 
Nascer do Sol no Monte Quénia

Referências

  1. «Monte Quénia». Encyclopædia Britannica Online (em inglês). Consultado em 2 de outubro de 2020 

Ligações externasEditar


  Este artigo sobre uma montanha ou cordilheira é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.