Mosteiro de Santa Maria del Parral

Mosteiro de Santa Maria del Parral
Mosteiro de Santa Maria del Parral
Vista geral do Mosteiro de Santa Maria del Parral situado junto da cidade de Segóvia, em Espanha.
Estilo dominante Gótico, Mudéjar e Plateresco
Início da construção 1447
Fim da construção 1503
Restauro 1915
Proprietário inicial Ordem de São Jerónimo
Função inicial Mosteiro de clausura de monges jerónimos
Proprietário atual Ordem de São Jerónimo
Função atual Mosteiro de clausura de monges jerónimos
Website www.monjesjeronimos.es
Geografia
País Flag of Spain.svg Espanha
Cidade Segóvia, comunidade autónoma de Castela e Leão.
Coordenadas 40° 57' 21.7" N 4° 07' 35.7" O
Geolocalização no mapa: Espanha
Mosteiro de Santa Maria del Parral está localizado em: Espanha
Mosteiro de Santa Maria del Parral

O Mosteiro de Santa Maria del Parral ou, simplesmente, Mosteiro de El Parral, é um mosteiro de clausura monástica de monges da Ordem de São Jerónimo situado extramuros na cidade de Segóvia, comunidade autónoma de Castela e Leão (em Espanha), num local conhecido como "a Alameda", na margem do rio Eresma.

"Dos Huertos ao Parral, paraíso terreal", reza um provérbio segoviano em referência à bela paisagem que se estende entre o mosteiro premonstratense de Santa María de los Huertos – hoje quase desaparecido – e o mosteiro jerónimo de Santa Maria del Parral. E é assim, porque Segóvia, edificada no alto de uma colina solitária, submetida aos frios de inverno e abrasada pelo sol de verão, se recreou com deleite nos vales que a rodeiam, férteis e sombrios, onde a natureza e o ser humano tornaram possível um éden nas margens do rio.

Antes de iniciar a construção da igreja, o Rei Henrique IV de Castela (1425-1474), ao assumir a fundação do mosteiro de El Parral, empreendeu a edificação das dependências monásticas em 1454. A obra foi feita integramente às suas expensas, como testemunha a heráldica real, com os ramos de romã, visíveis em vários locais. Quando Juan Gallego esboçou o mosteiro já se estava definindo o tipo de mosteiro jerónimo, que deveria ter quatro claustros, modelo do qual El Parral é um exemplo completo: claustros da Portaria, da Hospedaria, da Enfermaria ou Botica e o Principal ou das Procissões. Envolve o conjunto um muro que inclui a horta, a zona arvorense e as terras de sequeiro.

Toda a zona monástica é de clausura e, portanto, vedada à visita ao público, excepto o claustro da Portaria.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.