Abrir menu principal
Museu Major Novaes
Tipo Histórico e Pedagógico
Geografia
Localidade Cruzeiro, SP, Brasil

O Museu Histórico e Pedagógico Major Caio Novaes é uma instituição cultural pública, sediada em Cruzeiro, no Estado de São Paulo. É mantido pelo poder público estadual e municipal, tendo sido tombado como patrimônio histórico pelo Governo Estadual, por meio do decreto nº 13.227 de 24 de setembro de 1969.[1][2][3]

O museu é instalado em um casarão colonial que abriga cerca de 900 peças, as quais incluem mobílias, imagens sacras, pratarias, livros, fotografias, peças em geral, bem como um amplo acervo de documentos públicos históricos referentes a diversas cidades do Vale do Paraíba, a exemplo de documentos de cartórios das cidades Cruzeiro, Cachoeira Paulista, Silveiras, São José do Barreiro, Bananal, entre outras. No acervo, há também documentos e registros históricos referentes ao período da escravatura brasileira naquela região. A direção regularmente promove diversas exposições de temática histórica e pedagógica em geral, como, por exemplo, sobre a Arte Sacra da região, sobre a Revolução Constitucionalista de 1932 e sobre a história do município de Cruzeiro e do Vale do Paraíba. Além disso, promove recitais e outras atividades culturais diversas.[4][5][6][7][8][9][10][11]

O prédio construído em adobe, no pavimento inferior, e pau-a-pique, no superior, o sobrado apresenta-se inteiramente estruturado com pilares e vigas de madeira. Possui amplas janelas, terreiro de secar café, pomar e grande área verde circunda a casa com figueiras centenárias. Na década de 1940, a sua planta retangular original sofreu acréscimo de um anexo na elevação posterior que antigamente era considerada principal. Em 1983, numa restauração empreendida pelo Condephaat, foi introduzida uma estrutura metálica de reforço à de madeira comprometida. Atualmente, no pavimento térreo as paredes externas são em tijolos, provavelmente erguidas em intervenções posteriores. Em 2012, passou por amplas reformas para preservar a sua estrutura e ampliar o atendimento ao público.[2][12][13]

O lugar, também conhecido como “Solar dos Novaes” e "Casa da Dona Tita", foi residência do Major Manoel de Freitas Novaes, fundador da cidade de Cruzeiro. Amigo de D. Pedro II e político influente durante o Brasil Império, o Major Novaes foi o responsável pelo desvio dos traçados da então estrada de ferro D. Pedro II e em ligação com a Minas and Rio, de modo que passassem por suas terras. Esse fato foi responsável pelo surgimento do núcleo urbano ao redor da sede da fazenda, que culminou na formação da cidade Cruzeiro anos mais tarde. O imóvel que atualmente abriga o museu foi o núcleo inicial desse município e está vinculado a história de Cruzeiro bem como do Vale do Paraíba. Consta que o Imperador, bem como a Princesa Isabel e outros ilustres membros da família real, já se hospedaram naquele casarão quando em passagem pela cidade.[1][14]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «Turismo». www.cruzeiro.sp.gov.br. Consultado em 19 de agosto de 2017. Arquivado do original em 26 de setembro de 2018 
  2. a b «Cruzeiro – Solar do Major Novaes | infopatrimônio». www.infopatrimonio.org. Consultado em 19 de agosto de 2017 
  3. Museus (14 de dezembro de 2015). «Museu Histórico e Pedagógico Major Novaes - Mapas Culturais». Museus 
  4. Vale, Redação Portal Mix. «Museu Major Novaes recebe exposição "Frida Vive" nesta sexta-feira – Portal Mix Vale | 12 981430089 (WhatsApp)». Consultado em 19 de agosto de 2017 
  5. «Museu Major Novaes em Cruzeiro recebe exposição». notícias 
  6. «Exposição "Mazzaropi Vive" será inaugurado no Museu Major Novaes em Cruzeiro – A Gazeta». agazetarm.com.br. Consultado em 19 de agosto de 2017 
  7. «Hoje tem Recital de Primavera no Museu Major Novaes - Mantiqueira.com». Mantiqueira.com. 25 de setembro de 2015 
  8. «Restauração de Obras do Século XIX é Concluída com Êxito P». www.templodaarte.com.br. Consultado em 19 de agosto de 2017 
  9. Redação. «Museu Major Novaes realiza 15ª Semana de Museus em Cruzeiro – Portal Mix Vale | 12 981430089 (WhatsApp)». Consultado em 19 de agosto de 2017 
  10. «Cruzeiro: Museu Major Novaes realiza exposição "Guerreiros da Fé" - PortalR3». PortalR3. 5 de outubro de 2016 
  11. Santos, Marco Aurélio dos (6 de março de 2017). Geografia da escravidão: No vale do Paraíba cafeeiro, Bananal, 1850-1888. [S.l.]: Alameda Casa Editorial 
  12. «Museu de R$ 4 milhões vai ficar pronto em quatro meses em Cruzeiro». Meon - Notícias da Região do Vale do Paraíba e Litoral Norte. Consultado em 19 de agosto de 2017 
  13. Imprensacrz2016. «Museu Major Novaes começa a ser reformado». www.cruzeiro.sp.gov.br. Consultado em 19 de agosto de 2017 [ligação inativa]
  14. «Turismo Histórico». www.cruzeiro.sp.gov.br. Consultado em 19 de agosto de 2017. Arquivado do original em 20 de agosto de 2017 

Ligações externasEditar